Archive for the 'Livros' Category

Mallu Magalhães na PLAYBOY?!

As pessoas costumam ter um conceito completamente errado de uma das fontes mais inspiradoras de hormônios e da arte contemporânea. A Playboy carrega nas costas um preconceito desde sua primeira publicação, nos anos 50, quando nem o próprio cara que a publicou acreditou que dispor mulheres peladas à preço de banana para uma cambada de homens fosse dar certo. Ele não era muito esperto, como vocês podem perceber, mas a parada obviamente deu certo e ele ficou rico.

Aliás, o cara hoje está num patamar que é nada menos do que necessário considerá-lo um ícone de uma geração, quiçá o ícone de TODAS as gerações.

Auto-explicativo

Continue lendo ‘Mallu Magalhães na PLAYBOY?!’

Anúncios

CALA BOCA MOLECADA DO CAPETA

A pior coisa que o twitter poderia ter feito foi criar os TTBr. Os Treding Topics do Brasil refletem perfeitamente o quão idiota é a população brasileira, levando em conta que só coisas e pessoas idiotas entram lá, tendo sido postas por pessoas um tanto quanto… idiotas.

De um lado, os idiotas que gostam de coisas idiotas, e do outro, os idiotas que não gostam das coisas que os idiotas que gostam de coisas idiotas gostam. Ou seja, é uma grande idiotice que, além de nós, brasileiros, termos que aturar, o twitter obrigou o resto do mundo a aturar também.

Ele deu um holofote e um microfone pra uma geração babaca passar vergonha na frente do mundo inteiro.

Continue lendo ‘CALA BOCA MOLECADA DO CAPETA’

Orkutização do twitter e o FAIL do ano.

Meu avô veio visitar minha genitora, passou aqui no quarto e falou “Você é safado, fica assistindo aí gente nua nessa tuintercãm, né? Olha que eu assisto jornal, hein! rerere safadinho!”. O fato da terceira idade já estar a par dos fatos que ocorrem no tuenter foi a prova mais clara de que a orkutização do twitter havia chegado em níveis alarmantes. Meus avós ainda usam telefone de fio, amigos.

O acontecimento ao qual o genitor da minha genitora se referiu, foi um dos que me deixam em dúvida de que o ser humano realmente possui um QI maior do que o de um Aardvark.

Eu tenho twitter há, tipo, tempo pra cacete. Mazomenos 2 anos e meio, se não me engano. O que, convenhamos, é tempo pra cacete. A maioria da população brasileira ainda estava se achando descolada com o BuddyPoke e eu já filosofava sobre absolutamente nada em 140 caracteres.

Continue lendo ‘Orkutização do twitter e o FAIL do ano.’

Esses PUNKs de hoje em dia…

Se você foi idiota o suficiente para clicar num site com o nome de “Nerd Calculista”, você provavelmente não se importa muito com o destino que seus neurônios tomarão. Portanto, aviso logo – após ver o vídeo a seguir, é muito capaz de você perder grande parte deles. Mas eu sei que você vai ver do mesmo jeito, né.

Continue lendo ‘Esses PUNKs de hoje em dia…’

Adão era digno de respeito.

Adão é que era feliz mesmo. Como se não bastasse o cara não precisar usar cuecas, não ser obrigado a frequentar a escola, ter dado a primeira bimbada da história, ele ainda não precisava aturar pessoas desconhecidas que, por causa da alta densidade demográfica, são obrigadas a viver no mesmo espaço que você. Assim sendo, toda a obrigação social que Adão tinha era passar o dia observando o corpinho violão de Eva completamente despido o dia inteiro, todo dia.

No entanto, por termos nascidos alguns milhares de anos depois, não temos tanta sorte. Hoje os dias são difíceis, e ocasionalmente ficamos expostos a situações constrangedoras por causa da ideia de algum idiota de colocar casas em cima de outras casas e chamá-las de apartamento, por exemplo. Entre elas:

Continue lendo ‘Adão era digno de respeito.’

Ponderações Big Brodísticas.

Às vezes, pequenos atos significam grandes coisas. Um pequeno chute no saco, pode significar uma grande dor. Um pequeno avião muçulmano pode significar uma grande explosão. Um pequeno voto de eliminação no Big Brother, pode significar que você é um viadinho enrustido com sérios problemas com sua vida social e afetiva.

O Big Brother já passou da metade – ou não, sei lá – do seu tempo de duração, e está na hora de um estreante na audiência fazer suas ponderações a respeito do tal reality.

Continue lendo ‘Ponderações Big Brodísticas.’

Eu sempre fui contra todos os feriados em que eu não fique em casa. Comemorar o feito de alguém estudando não é uma comemoração bem aceita de onde eu venho. Não que eu não goste das mulheres. Eu gosto, e muito. Gosto até mais das mulheres que de homens – me arrisco a dizer que eu não gosto de homens, e se todos fossem dizimados por uma bomba atômica não me fariam falta.

Eu sou um homem, e eu admito – homens são completos idiotas. Sério. Se eu fosse uma mulher, eu seria lésbica. Por que as mulheres são lindas, e eu não me refiro somente ao que elas tem por baixo da roupa íntima.

E eu também não me refiro à Geisy Arruda, que fique bem claro.

Continue lendo ”


Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 655,908 visitas