Arquivo para junho \16\UTC 2011

Inundamos a escola (final)

A música acabou e logo começaram a rolar boatos de que a inspetora ficara putíssima e estava subindo para descobrir que foi o meliante responsável.

Rapidamente, os moleques tentaram secar a janela, sumir com a garrafa e apagar todos os vestígios que poderiam acusá-los de terem cometido o crime. Inutilmente, porém. Nós, do terceiro ano, temos um andar só para a gente. Todas as outras classes ficam espalhadas pelo segundo e primeiro andar, enquanto nós, do terceiro, ficamos sozinhos no terceiro andar. Nem que quiséssemos poderíamos acusar outra turma. Eles até pensaram em dizer que alunos do ensino fundamental haviam subido até o terceiro andar, jogado a água e saído correndo, mas a inspetora não era estúpida o suficiente pra cair nessa marmelada.

Também não poderíamos acusar outros alunos, afinal, a maioria ainda nem estava na sala de aula quando o ocorrido ocorreu, e, os que estavam, foram justamente os culpados pelo ocorrido ter ocorrido.

Continue lendo ‘Inundamos a escola (final)’

Anúncios

Inundamos a escola

Lembradores lembrarão desse post, epopéia cotidiana sobre o dia em que a mongolice generalizada que paira na minha turma fez com que uma garrafa d’água molhasse todo o chão da sala de aula, e a diretora fosse pessoalmente à nossa sala dar-nos sermão sobre o grande absurdo que era jogar água no chão.

Pois parece que temos algum problema com garrafas d’água.

Antes de começar a relatar esse acontecimento, vocês deverão estar cientes de um fato: No início desse ano entrou um outro Guilherme na minha sala. Desde que me lembro sou o único Guilherme da sala e estava muito contente com essa situação, até o ingresso do novo Guilherme na história. Este Guilherme, em um mês de aula, conseguiu fazer mais amizades do que eu em 6 anos, motivando as pessoas a nos diferenciar como “Guilherme Legal” e… “Guilherme”.

Deixo vocês adivinharem quem é o Guilherme Legal.

Continue lendo ‘Inundamos a escola’

Vocês não acharam mesmo que eu ia postar alguma coisa na semana da UERJ, né? Piff.

***

Conceito B, com 39 acertos num total de 60. Estou decepcionado por não ser A, mas tou contente por que grande parte dos meus amigos ficou com C.


Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 656,559 visitas