BAAAAM! Isso mesmo!! Um texto novo!!!!!

Olá, amiguinhos.

Como vão os senhores?

Ontem eu tive um dia daqueles que só eu tenho.

Mas comecemos pelo começo.

No terceiro ano, eu estudei português feito um corno. Aliás, acredito que um corno tenha estudado menos português do que eu. Eu fazia tantas questões de português que eu decorei os exemplos até hoje. Posso citar Soneto de Fidelidade a qualquer instante, da mesma forma que posso citar um exemplo de oração subordinada substantiva subjetiva envolvendo a Joelma.

Esse estudo era visando a prova da ufrj, que sempre foi o meu objetivo. A questão é que, pouquíssimos meses antes da ufrj, após mais uma reunião da cúpula internacional de pessoas que gostam de foder o Almeida, decidiu-se que a ufrj aderiria ao enem e não haveria essa prova.

Como qualquer analfabeto sabe – principalmente os analfabetos, aliás -, o enem cobra tanto português quanto astrofísica. Todo o meu árduo estudo me foi tão útil quanto lavar a calçada com baldes d’água – sério, por que vocês fazem isso, caras?

Três anos depois, arrumei uma utilidade pra todo aquele conhecimento portuguêsístico adquirido em tanto tempo de estudo: virei monitor de português! Isso mesmo! Sou pago para corrigir redações de adolescentes espinhentos, substituir professores e ajudar adolescentes à beira da repetência a passar de ano.

Por que eu estou contando isso? Além de atentar ao fato de que todos os caras mais ricos do Brasil começaram trabalhando com coisas que absolutamente não dão dinheiro algum – Eike Batista vendia seguro de porta em porta, Silvio Santos era feirante, Roberto Marinho… não, esse aí sempre foi endinheirado mesmo -, o que obviamente corrobora minha tese de que serei milionário em questão de tempo, é por essa razão que muito da fodelança do fatídico dia de ontem se deu.

Fui dormir 4:00 na madrugada de domingo-segunda (sou desses que especifica os dias) corrigindo redações que deveriam ser entregues na manhã de segunda.

Eis que, ao acordar, procuro por meu celular e não o encontro. O dia já é bem claro e saio à procura do meu celular. O encontro com minha mãe, que brincava com a besta fera no sofá enquanto meu celular estava na cabeceira. Olhei a hora – CARALHOS VOADORES PELUDOS E VENOSOS, SÃO DUAS HORAS DA TARDE???

Amigos, eu deveria entregar uma caralhada de redações corrigidas de manhã, e deveria estar na faculdade às 13:00 para fazer um trabalho de Linguagem Gráfica. Eram 14:00 e eu ainda tava todo enremelado e com a cara inchada. Exigi explicações da senhora minha mãe, e eis que então ela demonstra toda a sua maestria na arte do pensamento, com explicações e silogismos tão profundos que nem mesmo Aristóteles acompanharia.

Bem, naquela manhã, tinha chovido. Com a chuva, faltou luz. Como faltou luz, o elevador estava sem funcionar. Conclusão: estávamos presos em casa até que a luz voltasse.

Minha mãe simplesmente tinha esquecido do singelo detalhe que são as ESCADAS.

E não termina por aí o raciocínio cognitivo avançadíssimo da moça.

“Bem, faltou luz. Estamos sem telefone. Não quero gastar o crédito do meu celular. Vou usar o do Guilherme.

Opa, o despertador dele ta tocando.

Ah, foda-se.”

Eis que então eu acordo com aproximadamente seis horas de atraso graças à senhora minha genitora.

Nunca nesse mundo, amigos, eu disse NUNCA, alguém se vestiu tão rápido. Em coisa de 5 minutos eu estava vestido e percorrendo fervorosamente os quilômetros que distam minha casa da unidade do colégio em que eu deveria entregar as redações. Eu podia ouvir Bon Jovi ecoando ao meu redor com uuuuh she’s a little runnaway e as pessoas ao meu redor reencenavam essa cena aqui:

Consegui chegar na unidade e entregar as redações a tempo. O problema é que já eram 15:00 e minha aula acabava 15:30. Precisava fazer o trajeto que costuma durar uma hora e meia em apenas meia hora. Sabia que estava fodido. O tempo, ah, o tempo urgia.

Corri ao ponto de ônibus e esperei o maldito do ônibus passar. Novamente, aquela tônica de o ônibus sempre, SEMPRE, passar por mim 10 segundos antes de eu chegar no ponto, de forma que eu o vejo passando e já começo a aceitar mentalmente que ficarei uns 40 minutos esperando.

Chutei o pau da barraca de liguei o foda-se. Peguei um busão que dá a volta ao mundo, saquei meu kindle – que coisa linda é esse tal de kindle, ein? – e aproveitei a viagem pelo ridijanêro.

A viagem transcorreu normalmente, até que, já em Botafogo, olho pela janela e BAM!!!

BAAAAAAAAAAAAAM!!

EIS QUEM ESTAVA ANDANDO NA RUA!

O vocalista de uma das melhores bandas que a face desta Terra conhece – Danilo Cutrim, do Forfun.

Os instantes que se seguiram foram daqueles em que, na sua cabeça, uma enxurrada de pensamento estupram seu cérebro tal qual um gangband de negros estuprando a Rita Cadilac nos tempos áureos de sua bunda, mas, na realidade, se passam apenas alguns poucos segundos.

Cogito tudo o que preciso fazer – ir pra faculdade, procurar a professora, me informar do trabalho, assistir às outras aulas, etc. Chego à conclusão de que o melhor a se fazer é ignorar o Danilo.

Ah, foda-se.

Pulei do ônibus e novamente começa a tocar uuuuh she’s a little runununununnawaaaay enquanto eu corro para o lugar onde avistara o cara.

Eis que, pra minha decepção, chego lá e o cara SUMIU. ESCAFEDEU-SE. DESINTEGROU-SE.

Procuro esperançoso ao redor do lugar, mas foi tudo em vão.

Chego na faculdade cabisbaixo só pra descobrir que também lá havia faltado luz e tivemos aula no escuro e sem ar condicionado.

Ah, vida. Ah, ufrj.

Vocês são uma enxurrada de negões me chamando de Cadilac.

Anúncios

17 Responses to “BAAAAM! Isso mesmo!! Um texto novo!!!!!”


  1. 1 Mariana França 08/05/2013 às 12:42 am

    Seus textos sempre melhoram o meu humor Meids! E, esconda o celular daqui pra frente 🙂

  2. 2 Juliana. 08/05/2013 às 12:43 am

    E eu repito minha pergunta de hoje cedo: como você consegue se foder tanto???

  3. 3 Ferry 08/05/2013 às 12:43 am

    HUAHAUAHAUAHAUAHAU Sei como é a sua vida, acredite, eu também só me fodo.

  4. 4 isabela 08/05/2013 às 12:44 am

    Eu só queria dizer pra você que eu amo seu blog e que provavelmente você já sabe disso. Ah, e que eu tô comentando só pelo seu tweet de agora pouco.

  5. 5 Maari_xx 08/05/2013 às 12:45 am

    TUDO VALEU A PENA, VOCÊ VIU O DANILO UAHSUASHA coisas que só acontecem com meidoca.

  6. 6 Alonso 08/05/2013 às 12:45 am

    Tá explicado pq você não respondeu uma mensagem misteriosa perguntando se você tava na faculdade…

    Nem acordado estava, HUE

    vacilagem perdeu a putaria

  7. 7 Almeida 08/05/2013 às 12:50 am

    vc nao me mandou msg nenhuma, carã oO

  8. 8 Alonso 08/05/2013 às 12:53 am

    via Raffaelle

  9. 9 Almeida 08/05/2013 às 1:01 am

    ah ai sim, assim sim

  10. 10 Lara 08/05/2013 às 1:34 am

    Almeida, qual foi a macumba que seus pais fizeram procê se foder tanto assim?!

  11. 11 Maria Clara 09/05/2013 às 3:29 am

    Aeee! Já tava sentindo falta dos seus textos e desse eterno looping de fodelâncias que é a sua vida, hahahahahaha. Ótimo texto, Almeida!

  12. 12 Mariana 09/05/2013 às 8:49 pm

    se algo der certo na sua vida, começa a desconfiar, cara. na boa. haahuahau

  13. 13 Mariana C. Mendes 12/05/2013 às 4:38 pm

    HSUAHUSHUAUHHUS
    Em relação aos ônibus: sempre me ferro também. Quando estou chegando ao ponto, o bendito passa, ¬¬ kkkkkkk

  14. 14 Maria 19/05/2013 às 9:19 pm

    Fico triste quando você passa mais de um mês sumido, para finalmente postar um texto pequeno

  15. 15 Stéfani 21/05/2013 às 11:28 pm

    eu gosto pra caramba de suas tragédias, mas vc anda tao ocupado que são raros os texto..

  16. 16 Juliana 06/06/2013 às 6:21 pm

    Saudades textos novos :/

  17. 17 Letícia 12/07/2013 às 5:08 am

    Adorei! ;D


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 653,835 visitas

%d blogueiros gostam disto: