Uma descarga de ázarons.

Todos temos plena consciência de que minha vida é uma sucessão de acontecimentos que até Raul Seixas ficaria assustado. Eu tenho uma assustadora capacidade de atrair filhadaputices do universo. Não sei se ainda existe esse blog, mas há muito tempo existia um blog chamado Efeito Ázaron – os anciões da blogosfera lembrarão, tem uns 4 anos.  Ele definia ázaron como a partícula elementar causadora do efeito azarônico, ou seja, a partícula causadora do azar.

E não é que ela seja um coisa constante no universo como o oxigênio, por exemplo. Ela oscila de acordo com a sua sorte – ou, melhor dizendo, falta de azar. Se você “dá sorte” em um instante, o número de partículas azarônicas se acumularão e serão descarregadas em uma onda de azar mais tarde.

E é justamente isso que fundamenta minha teoria.

Andava pelas ruas do méier calmamente, ouvindo meu Grateful Dead no mp3 e pensando em que estudaria quando chegasse em casa. Faltavam apenas alguns metros para enfim alcançar o conforto do meu lar, quando, bem a minha frente, cai um COCO. Em fato não tenho certeza se era um coco, uma vez que era marrom. Tinha uma casca grossíssima e o formato arredondado tal qual um coco.  E o desgraçado se espalhafatou todo há centímetros de meu rosto. Pedaços de sua casca voaram aos quatro cantos, e nem uma única caiu em mim.

Todos que andavam próximos pararam estupefatos e olharam para mim e para o coco. Eu e o coco. O coco e eu.

Não me lembro de ter tido sorte como essa outrora. Apenas quando todos os outros espermatozoides tropeçaram na parede da tuba uterina e eu consegui ser o primeiro a chegar no útero, ganhando até daquele medalhista olímpico arrogante e ganhador do prêmio nobel da paz que vinha logo atrás.

Sorte? Na mesma hora a teoria sobre os ázarons infestou minha mente. Decerto aquilo traria consequências gravíssimas. Com grandes  sortes vem grandes responsabilidades.

Andei cautelosamente os últimos metros que distavam de minha casa e nada de mais ocorreu até aí.

Tomei banho e, vendo que não fazia a barba já há uns 5 dias e ela estava começando a ficar naquele aspecto fim-de-tarde, decidi tirá-la de uma vez por todas. E é aí que a parada começa a desandar.

Já devidamente vestido – aquela gilette pode causar danos sérios a quem utilizá-la despido e uma aura azarônica me cercava de perto – dirigi-me ao banheiro e calmamente ajeitei tudo. Passei o creme de barbear no rosto e lavei as mãos. Quando segurei a tampa do creme de barbear…

Gostaria de mostrar-lhes algo.

EXATAMENTE isto que você está pensando.

A porra da tampinha escorregou da minha mão e entalou no ralo.

Você pode estar pensando “porra, isso acontece todo dia comigo!”. E eu acredito em você, principalmente se você for Jesus.

Mas veja bem – uma moeda cair ali é uma coisa. A tampa da pasta de dente também. Elas são menores que o ralo e com um escroto esforço é possível tirá-la. Se não conseguir manualmente, busque um palito de dente ou um alicate e pronto.

A questão é que a tampa do creme de barbear é exatamente do mesmo tamanho do ralo. Tentando tirá-la, acabei enterrando mais ainda o negócio.

O desespero me tomou por completo. Tentei com palito de dente, com fio dental, com alicate, tentei até com a porra de um abridor de latas! NADA tirava aquele inferno dali.

E agora deixarei vossa imaginação voar para tentarem descobrir o que eu fiz para tirá-lo.

Digo a resposta amanhã, aqui, neste mesmo batpost, neste mesmo batblog e neste mesmo batcanal.

NO DIA SEGUINTE…

Devo dizer que fiquei me sentindo um verdadeiro idiota após as resoluções que vocês deram por aí. É certo que a maioria não funcionaria, afinal, o negócio realmente tava ENTALADO. Não dá pra tirar com uma faca nem com uma tesoura. Eu disse. E também não sabia – e tenho sérias dúvidas ainda – que existem desentupidores de pia.

Tendo isso em vista e meu eminente desespero, apenas UMA moça acertou a estripulia doentia que me passou pela cabeça.

Você sugou a tampinha do creme de barbear cm a boca, e entraram coisas esquisitas e indesejáveis junto à sua boca.

PÊLOS entraram na minha boca. Pêlos que, gosto de acreditar, eram meus. Eram 19:30 de uma segunda feira quando você poderia entrar no banheiro e me encontrar com a boca no ralo da pia, sugando uma tampa de creme de barbear com todo o ar que há em meus pulmões. Veja que diabo são esses ázarons.

PARABÉNS, MOÇA!

Volte sempre para nossas aventuras.

Anúncios

22 Responses to “Uma descarga de ázarons.”


  1. 1 vane 07/05/2012 às 11:13 pm

    porra meids, essa foi foda. E vc tirou com um desentupidor, eu acho. Ri um monte e fui procurar o tal do “Efeito Ázaron” :p

  2. 2 Maari_xx 07/05/2012 às 11:13 pm

    Obrigada por me arrumar um mistério pra resolver agora, vou passar a noite tentando descobrir o que você fez. Mais sorte da próxima vez… ou não porque depois pode vir uma onde de azar maior haha.

  3. 3 Carolina 07/05/2012 às 11:13 pm

    Não acredito que eu li tudo para no fim ficar na curiosidade. u_u

  4. 4 isabela 07/05/2012 às 11:16 pm

    USADHSDHSUDHSUDHUASDHUSH sos

  5. 5 Fer 07/05/2012 às 11:16 pm

    HAHAHAHAHAHAHAHAHA… agora toda vez que algo de mt bom acontecer comigo vou ficar pensando no que de mt ruim está por vir! USYHUAYHSY aiai (=
    Adorável post.

  6. 6 Rodrigo 07/05/2012 às 11:29 pm

    Você encheu a tampinha de algo como pasta de dente, enfiou o dedo, e com a aderência da pasta puxou a tampinha para cima.

    Elementar meu caro almeida.

  7. 7 Mariane 07/05/2012 às 11:39 pm

    Você simplesmente descreveu minha vida com a explicação dos ázarons kk

  8. 8 carol 07/05/2012 às 11:42 pm

    nunca tinha pensado nessa teoria dos ázarons, realmente faz sentido

    tirou com uma faca?

  9. 9 Bruna A. 08/05/2012 às 12:09 am

    nada é pior que tampinha que entala no ralo, ainda mais quando é algo importante

  10. 10 Carol 08/05/2012 às 12:50 am

    Você sugou a tampinha do creme de barbear cm a boca, e entraram coisas esquisitas e indesejáveis junto à sua boca.

  11. 11 Cacau 08/05/2012 às 2:51 am

    Cocô tem acento.

    Acho que tu pegou uma faca ou tesoura (com ponta) e furou a tampa até que ficasse presa o suficiente para ser puxada. Ou vai ver tu nem conseguiu tirar e tá querendo deixar todo mundo encucado com o mistério da tampa do creme de barbear 😛 hahahahah

    Curti a teoria dos ázarons! Bom post.

  12. 12 Yasmim 08/05/2012 às 4:47 pm

    Mas se você ficar pensando que logo depois de acontecer alguma coisa que você saiu com sorte dela,que alguma coisa de ruim vai acontecer,ela vai acontecer porque você tá pensando que vai acontecer [?].
    É o que aquele livro “O Segredo” diz. E acontece na maioria das vezes.

  13. 13 gabriela f. 08/05/2012 às 9:34 pm

    Eu derreteria a tampa com uma faca quente (se o fogão estivesse convenientemente perto do banheiro).

    Maldita Lei de Murphy: “Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior
    maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível.”

  14. 14 vane 09/05/2012 às 9:18 pm

    Almeida, desentupidores de pia existem e fariam o mesmo serviço que sua boca, neste caso rs http://bit.ly/Knc5aP

  15. 15 Vinícius Nesi 09/05/2012 às 11:34 pm

    husahsuahsuahusa Serviços Almeida’s – Desentupindo sua pia com a boca desde 2012

  16. 16 Eike Oliveira 10/05/2012 às 9:24 pm

    kkkkkk! Que vida você tem,Almeida.Você podia fazer um post sobre popmundo.

  17. 17 Sérgio 12/05/2012 às 1:11 am

    Cara, tu num precisava ter chupado a tampa! Ela é de plastico, colocava um pouco de água dentro da pia e com a mão fazia um vácuo onde tava a tampa, ela ia sair um tantinho e começava a boiar, independentemente de ela ser ou não do mesmo tamanho do ralo da pia.

  18. 18 Lara 12/05/2012 às 6:50 pm

    “Apenas quando todos os outros espermatozoides tropeçaram na parede da tuba uterina e eu consegui ser o primeiro a chegar no útero, ganhando até daquele medalhista olímpico arrogante e ganhador do prêmio nobel da paz que vinha logo atrás.”

    Eu poderia ter pensado nisso + é, mas não pensei = este trecho.

  19. 19 suzana 18/05/2012 às 3:22 pm

    vei que nojo, o que o desespero não faz kkkkkkkkk

  20. 20 Leticia Schreiber 04/07/2012 às 12:13 am

    Nessa você se superou! adorei, hahahaha

  21. 21 Cynthia 25/04/2013 às 1:22 am

    I write a comment whenever I appreciate a article on a site or I have something to valuable
    to contribute to the conversation. Usually it’s a result of the fire displayed in the article I looked at. And after this post Uma descarga de ázarons. ? Nerd Calculista. I was excited enough to drop a thought 😛 I actually do have 2 questions for you if you do not mind. Could it be simply me or do some of these responses appear like left by brain dead individuals? 😛 And, if you are posting on other social sites, I would like to follow anything fresh you have to post. Would you list all of all your social sites like your linkedin profile, Facebook page or twitter feed?


  1. 1 Foco no gatinho fofinho. « Nerd Calculista Trackback em 05/11/2012 às 3:24 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 655,257 visitas

%d blogueiros gostam disto: