Um absurdo, isso aí. Um absurdo.

Certamente vocês já ouviram o ditado “política, religião e futebol não se discutem”. Percebam o quão facilmente a ignorância se dissemina em nossas terras tupiniquins – é óbvio que política, religião e futebol se discutem. Em fato, eles não só podem, como devem ser discutidos, uma vez que um dos princípios básicos do raciocínio e evolução de um pensamento é a discussão e o aprendizado de novos pontos de vista.

Amigos, se no início do século XVI, um clérigo chamado Lutero não tivesse começado a discutir religião, ainda viveríamos em uma sociedade estamental sob o poderio infindável da igreja e de algum monarca babaca. As reformas religiosas nada mais eram do que uma discussão sobre as religiões – que abriu os olhos da população para os diversos problemas da igreja. Da mesma forma que, neste post aqui, eu demonstrei claramente os erros da bíblia – independente de preferência religiosa – e tentei abrir os olhos dos que a levam ao pé da letra.

Da mesma forma trata-se a política. Por mais que cada um possua sua preferência ideológica, a discussão da política é uma das atividades primordiais da humanidade. A própria eleição nada mais é que uma discussão, afinal, cada partido, defendendo sua ideologia (teoricamente, né) tenta eleger um representante político. Quando uma lei está para ser aprovada ou recusada, leva-se ela em uma mesa de discussão. Tudo na política é baseado na discussão.

E, por fim, o futebol. O futebol não tem nenhum embasamento ideológico que se apoie na discussão, mas todos sabemos que a graça do futebol está, justa e unicamente, em sacanear os amigos no dia seguinte. Mesmo que você tenha plena convicção de que o seu time é uma grandissíssima merda, se o seu time der uma cagada absurda e ganhar do time do teu amigo, você sentirá a maior satisfação do mundo em sacaneá-lo.

Dizer que futebol, religião e política não se discutem, mostra apenas que a pessoa é uma ignorante declarada. Ignorante é uma pessoa que, além de não possuir conhecimento em uma determinada área, se recusa a obtê-lo. A pessoa, além de não ter conhecimento para argumentar em uma discussão, ainda se recusa em discutir.

Por isso, queridos, a próxima vez que ouvirem este ditado, por obséquio, deem um soco na cara do falante.

****

Eu ia continuar o post do meu carnaval, mas me peguei percebendo que não lembro de absolutamente nada.

Desculpem, manos, eu realmente não lembro. Alguns rápidos flashes, como um moleque bêbado ter chegado pro meu amigo e gritado “EAÍ, JOÃO VITOR, TUDO BEM?” e meu amigo, que em fato se chamava Pedro, dito “TUDO, CARA, E CONTIGO?”. Dai ambos saíram pelas ruas de saquarema cantando PODE SER GORDA, PODE SER MAGRA, SÓ NÃO PODE SER GORDA E TER AIDS

****

Não dá mais pra postar neste blog, queridos. Simplesmente não dá. Estou exausto. 12 horas de estudo por dia. DOZE HORAS!!!!

Não me restam neurônios ao fim do dia para escrever bobagens para vocês.

****

“Estou muito feliz mesmo”, diz Ronald Rios depois da estreia no “CQC”

Eu sei que meus neurônios não estão funcionando a esta hora da noite e que minha credibilidade é muito afetada por isso, mas, PORRA, ISSO NÃO FAZ SENTIDO ALGUM!

Eu até gosto – CQC é meu programa favorito e o Ronald Rios é, de longe, meu comediante/vlogger/piadista/bonsucessence/cantor de “sou paraplégico, sou demais, com minha cadeira, vou para frente, vou para trás” favorito, mas, de novo, PORRA, ISSO NÃO FAZ SENTIDO ALGUM!

****

Venham cá e me digam se sou louco ou se isso acontece com vocês também:

Tou com dois livros pra ler. Um ÓTIMO (Arsène Lupin) e um CHATINHO (Byron Apaixonado). Sei que, se eu começar a ler o Arsène Lupin, abandonarei o Byron Apaixonado. Mas, pra mim, abandonar um livro é como abandonar um filho – embora eu nunca tenha abandonado um filho pra saber. Desta forma, leio um capítulo de Arsène Lupin, pra me divertir, e me castigo lendo um capítulo de Byron Apaixonado. Pra balancear, sabe?

É tipo quando você tem que estudar português e química no mesmo dia. Um pouquinho de cada, por que química é horrível pra ser estudada sozinha e, se você estudar só português, você simplesmente se distrairá e deixará a química de lado.

Sou louco? É praticamente masoquismo – o livro é bem chato mesmo. Mas tenho essa esquizofrenia de simplesmente não conseguir abandonar um livro.

****

Não consigo conceber que possam coexistir, em um mesmo mundo, um Tom Fletcher e um Michel Teló. E o pior – o Michel Teló ser mais conhecido e adorado.

Se Deus existe, brother, cê tá fazendo alguma coisa errada.

****

Agora que saiu do Corinthians, tomara que o Adriano vá pro Flamengo. Veja bem, o Adriano no Flamengo é praticamente uma redistribuição de renda!

Todo o dinheiro acumulado no flamengo (que, eu sei, não é muito comparado ao do flu, mas ok…) iria para as mãos dele, que, sem jogar, só poderia gastá-lo reformando todos os bares da zona norte, pagando chopp pra todos os moradores das comunidades, comprando e reformando restaurantes e churrascarias, tudo às custas do flamengo.

E, veja bem, como ele não joga mesmo, ainda nos deleitaríamos com as belíssimas apresentações do Deivid.

Volta pro mengão, Adriano! Os cariocas apoiam!

****

Fiz 7 posts em um, tá bom pra vocês?

Anúncios

12 Responses to “Um absurdo, isso aí. Um absurdo.”


  1. 1 Lis 13/03/2012 às 9:05 pm

    Você fez um monte de postagens uma em cima das outras para esconder a mais importante que é que tu não vai mais postar?

  2. 2 Fer 13/03/2012 às 9:09 pm

    Eu adorei o ‘post’ sobre o que se discute, eu mesma falava isso de “tal coisa não se discute” e pararei de agora em diante. Obrigada por compartilhar conosco sua sabedoria, sério. Eu adoro ler seus posts porque tu já me abriu o olho pra várias coisas que eu nem pensava. Continue se sacrificando por nós, eu irei agradecer imensamente!
    Um beijo procê :*

  3. 3 Cris 13/03/2012 às 9:29 pm

    Também pensei exatamente o mesmo quando anunciaram o Ronald no CQC. Acontece que o povo anda fazendo muito mimimi por causa disso… ele mesmo já disse em vários vídeos que, dependendo do $$$$, “se venderia” sem problemas. Adoro o trabalho dele, vamos ver no que vai dar, né? Ótimo post, Almeida! 🙂

  4. 4 - 14/03/2012 às 12:50 pm

    mas, Almeida, não foi você mesmo que disse que tava de saco cheio de discutir sobre religião? Não defendendo o ditado de merda, mas, dependendo de com quem se discute, falar sobre religião, futebol e etc. é deveras chato. 😐

  5. 5 almeida 14/03/2012 às 5:27 pm

    estou de saco cheio de TANTO que discuti, logo, um dia eu discuti.

    E, sim, é chato, mas não são a maioria. :/

  6. 6 carol 14/03/2012 às 10:38 pm

    almeida você não me engana com essas críticas? ta parando de postar e esses 7 posts foram só pra camuflar???????? u-u

  7. 7 Gabi Casares 15/03/2012 às 5:47 pm

    Adorei seu primeiro post! Muito inteligente, concordo com tudo que você escreveu. Parabéns! =D

  8. 8 Fernando 15/03/2012 às 11:55 pm

    Mas ele disse em outro episódio que se pagassem a ele, ele faria até propaganda nazista.

  9. 9 Esther Melo 16/04/2012 às 2:42 am

    Perdoem o Almeida, ele falou de tudo um pouco. Talvez pareça um pouco ‘misturado’ em virtude do sono, ao qual todos são vulneráveis!!

  10. 10 Esther Melo 16/04/2012 às 2:46 am

    Sim, não posso deixar de elogiar não é?! Almeida, você é um crítico, observador da realidade fantástico!! Parabéns!! Continue assim que passará no vestibular rapidinho!

  11. 11 fmattosa 23/04/2012 às 3:22 pm

    “EAÍ, JOÃO VITOR, TUDO BEM?” e meu amigo, que em fato se chamava Pedro, dito “TUDO, CARA, E CONTIGO?”. Dai ambos saíram pelas ruas de saquarema cantando PODE SER GORDA, PODE SER MAGRA, SÓ NÃO PODE SER GORDA E TER AIDS <<<< ??????????????????????????? AHSHSHSZHSHSHSHASHSHAAHSHSHSAHS

  12. 12 fmattosa 23/04/2012 às 3:26 pm

    Ih Almeida, eu tenho essa mesma sisma, de não poder abandonar livros, principalmente se já li algumas partes, mesmo que seja um saco.
    Química é horrivél, mesmo AHSHSHSHSAHSHHSHAHASHAH

    E PARE DE SACANEAR O FLAMENGO, PORRA! k

    Ah é um absurdo mesmo, um mundo que detém a voz do Tom, e preferir cantarolar “ai se eu te pego” ‘-‘


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 656,570 visitas

%d blogueiros gostam disto: