Diário de Bordo do McFly – 3ª vez em terras tupiniquins

Começarei esse diário constatando um fato: O McFly nunca conseguirá fazer uma turnê que transmita a mesma emoção da de 2008. Era a primeira vez no país, com o – na minha opinião – melhor disco recém lançado, tudo corrido, poucos shows, as fãs que presenciaram eram aquelas poucas fãs TRU que davam a vida por eles antes mesmo de ouvirem Fallin’ in Love e eles estavam com cabelos realmente legais.

Partindo dessa premissa, sabemos que a turnê de 2011, tal como a de 2009, apesar de boa, não superou a de 2008.

Mas ela foi realmente boa.

Eu andava, tal como muitos fãs, meio desanimado com o McFly. O Above The Noise foi um chute nas bolas de todos os que se diziam fãs do McFly. Os falsetes na voz do Tom, a praticamente inexistencia de guitarra nas músicas, a batida R&B irritante e as letras vazias contradiziam tudo o que One For The Radio defendia e incorporava nos fãs.

Eu, em especial, andava ainda mais desanimado. Uma das melhores partes de ser fã do McFly sempre foi conhecer outros fãs. A comunidade, em 2009, era infestada de gente legal, abertas a novas amizades e que me acolheram com verdadeiras amizades. O que acontece é que a geração passou, e outro povo dominou a comunidade. Esse povo de agora já não é mais tão legal assim.

Em sua maioria (porém não totalidade), são meninas mimadas que perdem mais tempo xingando os Guys e suas respectivas namoradas do que, de fato, sendo fã. Não abstentes em xingar os guys, xingam umas às outras e deixam praticamente impossível a convivência naquela comunidade. Quase tópico nenhum sobrevive mais, pois os ataques de histeria não permitem. Se alguém chega com uma notícia ou opinião, em questão de segundos é atacado por críticas e xingamentos.

Com a criação da SuperCity, ficou clara a divisão entre elas – a Tríplice Aliança, aqui, se chama Pioneers, e a Tríplice Entente são os não-Pioneers. Permanecer em meio àquela guerra de egos se tornou tão insuportável que eu saí da comunidade.

Mas não dá. Foi só os Guys postarem no twitter que estavam viajando para o Brasil que toda a emoção de ser fã do McFly voltou e eu voltei a falar da banda o dia inteiro, feito uma menininha que acabara de menstruar pela primeira vez.

Essa seria uma turnê menos ousada que a da última vez. Só fizeram shows nas cidades em que sabiam que a recepção seria boa, começando por BH que, se não me engano, ainda não tinha visto um show deles. Ou já? Sei lá.

A ida ao Acesso MTV não foi tão legal quanto das últimas vezes. Não sei se foi só eu quem sentiu isso, mas eles estavam meio desanimados – ou com medo do cabelo da marimoon -, o que, somado com a porqueira que é esse programa, acabou ficando meio chato. As perguntas estavam mais preocupadas com frivulias como “o que vocês mais gostam no Brasil?” do que “qual o motivo por vocês só lembrarem da existência de Pioneers desde o lançamento da SC?”. Por que ninguém nunca perguntou sobre o Brasil e eles nunca responderam isso, né.

A única pergunta realmente interessando, sobre as críticas ao Above the Noise, eles ignoraram.

Aí teve o show em BH e, puta merda manos, foi de enriçar os pêlos da virilha. Fiquei ouvindo a transmissão da HeroPop Radio (ex-Radio MSN, lembram?) e simplesmente não conseguia me conter. Até as músicas que eu odiava no Above The Noise ganharam uma nova roupagem, como Party Girl e I Need a Woman, e ficaram FODAS ao vivo. Inclusive, eu nunca tinha tido paciência pra ouvir I Need a Woman inteira. A voz do Tom provocava um reflexo no meu cérebro que me levava a pular a faixa instintivamente.

O neurônio que cuida desse reflexo é o mesmo que me faz pensar em cavalos toda vez que vejo a Rita Cadillac, ou o que me deixa com água na boca toda vez que vejo uma remessa de pão de queijo. Ou até mesmo o que me dá o ímpeto de bater em alguém que ouse dizer que Fresno é ruim.

Mas ao vivo I Need a Woman era… mágica. Eu precisava ver aquilo ao vivo.

No dia seguinte não tive acesso às notícias, por que tive aula de manhã e saí correndo para a fila inutilmente. Sim, inutilmente. Já imaginava que seria assim, mas não que seria tão absurdo. O que acontece é que a fila da pista normal só tinha 12 pessoas, enquanto a pista Premium era uma imensidão sem fim. Aliás, já imaginando isso, eu comprei a pista normal. Mesmo na hora do show, a pista normal não tinha mais do que 100 pessoas, enquanto a Premium estava lotada, com umas 3 mil, no mínimo. Muito por que a Premium acolhia também os Pioneers, que acabaram chegando por último, por que estavam muito ocupados… conhecendo os caras pessoalmente.

Mas depois eu falo disso.

Só sei que eu era muito mais VIP do que eles – estava na grade, numa pista vazia, pagando muito menos e com uma visão melhor.

Pra vocês terem noção, até o Tio Ives, que é meu companheiro de shows desde o início de 2009, me abandonou nessa empreitada. O salafrário comprou ingresso para Pista Superior, mas na última hora trocou pela pista Premium. Minha amizade com ele estava por um fio, até que o vi usando uma camisa do Troll Face e deixei passar.

Os portões abriram 18:00 e o show começava às 21:00. Encontrei com muita dificuldade dois conhecidos que haviam comprado ingresso pra pista normal que nem eu e fiquei com eles. Pegamos a grade sem fazer muito esforço. Ficamos conversando com um povo da pista Premium que havia desistido de ficar na grade e com uma ruivinha que estava lá só pra acompanhar a irmã. Primeiro nós tentamos convencer a menina de que McFly era melhor do que Paramore, e depois que era melhor que 30 Seconds to Mars (o que é tão óbvio que nós nem precisaríamos nos dar ao trabalho, né?) mas ela era dura na queda.

O show começou com meia hora de atraso e todo mundo que tava ao meu redor pulou a grade e se infiltrou na pista Premium. Baderneiros. Só eu e um menino restamos, mas ele tava bolado por que queria pular mas não tinha coragem. Eu também. Mas, quando as luzes apagaram, juntei toda a maldade que corre em minhas veias e a rebeldia que eu não gastei nos últimos 16 anos, e, ousadamente, pulei a grade.

Eis que eu era um Premium. Foragido da lei, mas Premium.

Pra mim, o show de 2009 teve a melhor setlist de todas. Só por terem tocado DGAO e POV por livre e espontânea vontade, já havia sido o suficiente. Mas o show de 2011 veio logo atrás, em segundo lugar. Terem colocado THNL foi épico, foi uma das melhores músicas do show. Só o que estragou foi If U C Kate, que é uma merda simplesmente por ser.

O show foi impecável, do início ao fim. O setlist estava lindo, a presença de palco, as brincadeiras, tudo estava ótimo e superando as expectativas. Houve desde o Danny dançando com um pedestal, até o Dougie imitando um padre evangélico, passando também por Tom Potter e Harry… bem, o Harry é sempre o previsível Harry.

Só uma coisa foi ruim nessa turnê. Mas isso eu deixo pra falar amanhã, na segunda parte.

Anúncios

15 Responses to “Diário de Bordo do McFly – 3ª vez em terras tupiniquins”


  1. 1 @leek4 25/05/2011 às 6:20 pm

    primeira? *-*

  2. 2 Ives 25/05/2011 às 6:36 pm

    KKKKK, Poxa cara, eu ri de mim trollando

  3. 3 @leek4 25/05/2011 às 6:44 pm

    curti, Almeida.
    umas amigas minhas foram no show aqui de SP, e simplesmente piraram lá, haha
    não sou grande fã deles, mas tenho certeza que a emoção de poder ir no show de quem se gosta é maravilhosa.
    fico feliz por vc, menino!

  4. 4 @leek4 25/05/2011 às 6:45 pm

    aaaaah, imagino como vc se sentiu O MALVADO pulando pra Pista Premium, rs
    o/o

  5. 5 FeehKelen 25/05/2011 às 6:45 pm

    Qnd eles vieram a Manaus eu nem sabia quem eles eram, depois me apaixonei por Fallin’ in love, POV, One for the radio, Lies *-* não virei fã pq não tive mais tempo pra isso, por isso q Restart ganha todas (pq as fãs deles de 13 anos tem tempo e saco pra ficar votando) xp mas eles são realmente ótimos (McFly, não Restart) Parabéns por tds os posts almeida, não só este :}

  6. 6 frow 25/05/2011 às 7:08 pm

    MAS OQ?????
    PUATS, EU NEM ME LEMBRAVA Q ELES VINHAM

    MAS AH, EU N SOU FÃ MSM ^^ OPDFIJGKDFOGDPO

    SE SENTIU > O AVASSALADOR < POR TER PULADO PRA PISTA PREMIUM NÉ? FPODKGDFKGPODFKO
    ps: n intendo essas guria que chega aqui no post, posta um 'fiirst? *-*' e dps corre pra le. se alguem ganhasse dinheiro por isso, td bem, mas ne, idiotisse sem precedentes.

    alias

    CURTI A CAMISETA DO TIO IVES PODGKDFGKOP EU MEIDA, TU ÉS UM GATINHO FLW -enois

  7. 7 Carolina 25/05/2011 às 9:58 pm

    Muito divertido o diário de bordo, curti. Eu fui no show tbm e achei MUITO bom mesmo. Ainda melhor que o de 2009. Já o de 2008 não sei. E é verdade que no show as músicas ficam simplesmente FODAS. Nunca gostei de Party Girl, mas no show não havia como não gostar. E I Need a Womam eu até curtia mais, só que aquele “Oh, Oh” tosco do Tom logo no começo me dava nos nervos. Mas, no show foi boa DEMAIS (assim como todas outras), inclusive o “Oh, Oh” tosco. Enfim, para mim foi o melhor show de todos.
    E olha, fiquei o dia inteiro naquela fila que você aparece na foto e não te vi uma única vez, tá né.

  8. 8 jéssica c 25/05/2011 às 10:56 pm

    DISCORDO DE TUDO QUE FALOU ALMEIDA!!mentira mas discordo que o show de 2008 foi o melhor pelo simples fato de eu não ter comparecido AÃSLSÇSL~SL ): não tinha idade,estava prestes a fazer 12 aninhos e 2009nem lembro mas fui no de 2011 LOL e porra eu adoro I Need a Woman, na verdade adorei mesmo como eles cantaram.Enfim só acho que tinha que ter cantando TCFC aqui em SPO no dia 23. me devem essa música hihi ❤

    "O neurônio que cuida desse reflexo é o mesmo que me faz pensar em cavalos toda vez que vejo a Rita Cadillac, ou o que me deixa com água na boca toda vez que vejo uma remessa de pão de queijo. Ou até mesmo o que me dá o ímpeto de bater em alguém que ouse dizer que Fresno é ruim." com certeza melhor parte desse post hahaha (:

  9. 9 yasmin 25/05/2011 às 11:10 pm

    Assim, nada pessoal, mas eu gostaria de lhe indicar um médico. Serio mesmo.

  10. 10 yasmin 25/05/2011 às 11:12 pm

    / isso foi p/ @leek4

  11. 11 Maari_xx 26/05/2011 às 12:56 am

    Muuuito bom, você disse tudo D: HSIHAOHSOIHAS
    Enfim a camisa do Ives foi A MELHOR CARA ! Eu fiquei apaixonada por aquela camisa ): HDSOIHDSIOHSDOIHS
    ps: aaai que linds eu tenho uma foto no post *-*

  12. 12 E.L.D 26/05/2011 às 6:35 pm

    Vc ñ disse que pista normal tinha uma vista melhor? Pq vc pulou pra outra?

  13. 13 @usernameidiota 26/05/2011 às 9:21 pm

    Indo para a parte 2

  14. 14 Victoria 27/05/2011 às 4:53 pm

    hihi então eu te vi la, eu não tinha certeza que era você, mas ai eu vi uma foto sua de como você tava no show ai só agora que eu vi a foto eu fui saber que era você mimimi

  15. 15 fmattosa 01/06/2011 às 4:18 pm

    muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito [10 anos depois..] muito muito muito PICA esse show, pelo menos pelo o que tu descreveu.
    Até porque a maioria dos shows que vocês descreve dão arrepios na espinha de vontade incontrolada de voltar no tempo, roubar um banco, fugir de casa e ir.
    AHSHSHSHSHSHSHSHSH vou ler a parte ruim agora DDD:


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 654,578 visitas

%d blogueiros gostam disto: