Dossiê sobre os homens

O texto de hoje é de uma menina chamada Taísa Medeiros, ela não de nenhuma informação a mais. Gostei do texto, ela fala diretamente às leitoras femininas do blog (e os gays, travestis, transexuais, etc, que acabam sendo a grande maioria aqui) e acaba dando uma nova perspectiva.

****

Vocês podem pensar que eu não tenho mais nada o que fazer. Engano seu! Tenho provas pra estudar e algumas tarefas pendentes. E quem disse que por isto eu me ausentaria. Vocês precisam de um pouco da minha chatice. E é em consequência dessa minha ‘inconsequência’ adolescente, que venho a lhes falar hoje sobre os temidos.. HOMENS.

Eles, na maioria das vezes são iguais. Não sei em que sentido falamos que eles são iguais. Nas atitudes? Na maneira de chegar numa menina mascando chiclete e com as mãos nos bolsos? Vai saber. A espécie mais rara de se ver hoje em dia é a do tipo romântico, que vai te buscar na escola (não precisa nem ser de carro, vejam como as exigências diminuíram..), com uma rosa na mão, sem medo de pagar mico e de todo mundo ficar olhando de canto, e depois no outro dia todos estarem comentando com você e perguntando há quanto tempo estão juntos… Esse tipo de coisa. Pois bem, foi pensando nisso que resolvi perder meu tempo de resolver equações matemáticas e fazer esse post.

*pausa para lembrar o que ia escrever*

Um dia desses, eu e minha mãe perolada e cintilante, fomos ao encontro de sua cabeleireira, no seu humilde salão. E como vocês sabem, salão serve pra duas coisas: fofocar sobre a roupa que a Clotilde usou no casamento da filha da Carmen, e falar mal dos homens. De todos os homens. Não meus ingênuos, fazer cabelo é só um pretexto que a gente arruma pra ir no salão. Ao sentar-me na cadeira de enxague, parece que eu havia apertado um botão, que imediantamente ligou a parte mais feminina do cérebro dela e de suas clientes. E em meio a tantas mulheres, surgiram milhaaaares de teorias maldosas sobre os homens – que eu sei que vão ler esse post. A teoria mais polêmica foi a da tia Regina, a cabeleireira do mal.

Não sei se confio muito na teoria dela, mas por um lado até que fez um pouco de sentido. Ela pigarreou, arrumou a franja vermelha-desbotada, e falou num tom de voz meio grave:

TODO HOMEM NÃO PRESTA ATÉ QUE SE PROVE O CONTRÁRIO!

Imaginem agora, eu, pequena adolescente indefesa, no meio daquele monte de madames cheias de bobs na cabeça, ouvindo uma coisa traumatizante como essa, como ficarei daqui pra frente. Imaginaram?

…..

Pois é, um trauma. Mas resolvi refletir: E quando se prova o contrário? Ou seja, quando ele é fecundado já pra ‘prestar’? Imediatamente ela arrumou a franja vermelha-desbotada de novo e disse, agora mais grave ainda:

E QUANDO PRESTA, SÓ PRESTA PRA DUAS COISAS: TROCAR LÂMPADAS, E ESMAGAR BARATAS BÊBADAS E NOJENTAS PELA CASA. FORA ISSO, PASSAM O DIA ASSISTINDO FUTEBOL E LEEM REVISTA PLAYBOY.

Nessa hora, eu não mais me reprimi. Resolvi reinvindicar! NÃO! Eu não saí gritando pelo salão que ela estava certa! Mas me deu vontade de sair gritando pelo salão que o problema somos nós, MULHERES!! Calma amiga, você não precisa marcar outra hora na psicóloga, eu juro. Quando digo que o problema está em nós, quero dizer que estamos sendo exigentes demais. Exigimos dos pobrezinhos o que não temos em nós, o que se torna uma carência, que é necessário alguém preencher, seja isso beleza, bom humor, cheiro bom (é, existe kakaka) e até canela grossa (ok, essa é particular. ai gente, a minha canela é fina, poxa)

A questão é que devemos pegar leve e ser mais compreensivas. Afinal, o carinha que usa Adidas falsificado e te chama de “mina”, pode não ser lááá uma referência de estilo nem de cavalheirismo, mas pode ser quem vai assistir “Idas e Vindas do Amor” com você, quem vai te ligar no domingo só pra saber como você tá, que vai comentar em todas as suas fotos do orkut mesmo que não goste de alguma, que vai te mandar letras de músicas fofas no msn, e dizer que pensa em você quando as escuta… São nessas coisas simples que encontramos o grande e absoluto ‘HOMEM QUE PRESTA’. No fundo, todo menino presta. Se não presta agora, um dia vai prestar, calma…

Anúncios

26 Responses to “Dossiê sobre os homens”


  1. 1 Elena 15/04/2011 às 4:26 pm

    Amei esse post, pura verdade

  2. 2 Elena 15/04/2011 às 4:27 pm

    E ri bastante tbm KK Parece que é necessário falar mal de homem, nem precisa ser no salão

  3. 3 vick 15/04/2011 às 6:44 pm

    Puuuuuuuuuuuuuuura verdade, amei esse post *-*

  4. 4 @FhaSBS 15/04/2011 às 8:03 pm

    Uau , ele acabou de postar -q
    Adoreei *U*

  5. 5 Mariana 15/04/2011 às 8:27 pm

    ameeeeeeeeeeeeeei o post

  6. 7 @Juliapg 15/04/2011 às 9:18 pm

    “No fundo, todo menino presta. Se não presta agora, um dia vai prestar, calma… ” é a nossa esperança HUSADHUASHDUSAHDA

  7. 8 @allfaces_ 15/04/2011 às 9:25 pm

    Mais do que verdade DDDD:

  8. 9 Gabriela 15/04/2011 às 10:56 pm

    Haha, curti.

  9. 10 Marina T. 15/04/2011 às 10:59 pm

    Reamente tem homem que presta , mas são raros e tem homem que nasce não-prestando e morre do mesmo jeito.

  10. 11 @_elisagarcia 15/04/2011 às 11:24 pm

    Esperta essa Thaís. Sabias palavras.

  11. 12 bianca 16/04/2011 às 9:05 pm

    Esperta essa Thaís. Sabias palavras. +1

  12. 13 Vitória 16/04/2011 às 9:39 pm

    Post muito legal, mas ninguém sabe escrever como o Almeida.

  13. 14 Renata D'Leon 17/04/2011 às 12:40 am

    nossa, esse post foi uma seção no psicólogo pra mim… amei, tá de parabéns.

  14. 15 Kauan 17/04/2011 às 1:50 am

    Tá precisando respirar outros ares, procura só um pouquinho que eu tenho certeza que não vai ser dificil vc encontrar um homem decente, carinhoso e romântico, mesmo que ele não seja tudo o que vc esperava.

  15. 16 Sami 17/04/2011 às 2:42 am

    se for postar mais textos das pessoas que lhe enviaram, leia aquele “hej pra vocês”, é da minha amiga que vai fazer intercâmbio pra Dinamarca e fala sobre isso e pá *-* hehe

  16. 17 @lygialee14 17/04/2011 às 3:01 am

    NOSSA, AMEI!
    Como mudou meu humor, serio mesmo.
    Adorei tb essa ideia sua meids, de postar posts de outras pessoas, adorei!

  17. 18 Taísa Medeiros 17/04/2011 às 6:44 pm

    ALMEIDAAA, MEU TEXTO! EHUIEHIUEHE
    tu só escreveu meu nome errado, pode mudar ali? *-*
    beijoss

  18. 19 Duda Brendler 17/04/2011 às 7:19 pm

    HAHAHA, que orgulho amiga, gostei muito do texto!
    E queria dizer que eu achei um “homem” romântico, que hoje
    é meu atual namorado. Sou muito feliz por isso. E meninas, a um ano atrás ele namorava com outra menina e a traiu comigo = era mais um que não prestava até me conhecer melhor, terminar com ela e ser o homem mais fiel (eu espero e creio kkk), romântico e carente que eu conheci. A prova de que sim, um dia eles vão prestar!! AUEHAUHE, beijo

  19. 20 Paulinha 17/04/2011 às 8:55 pm

    Muuuito legal esse post, AMEEEI ! (:

    Mas vamo pegar leve aê galera, cada um escreve do seu jeito, então não podemos ficar comparando TODOS os textos aqui publicados com os do Almeida… Ele é único, quem não sabe disso? Mas os outros textos também são de pessoas únicas, portanto, não vale a pena comparar!

  20. 21 18/04/2011 às 9:36 pm

    ai Kauan, me apresenta algum? eu nao tenho expectativa nenhuma e mesmo assim me decepciono :/ hahaha

  21. 22 fmattosa 18/04/2011 às 9:49 pm

    Só escolheu esse, porque fala bem dos homens e você é um.
    Rum, falo mesmo u-u

  22. 23 fmattosa 18/04/2011 às 9:50 pm

    Amei o post Almeida, ela escreve muito bem.

  23. 24 Julia 19/04/2011 às 7:08 pm

    “No fundo, todo menino presta. Se não presta agora, um dia vai prestar, calma…”
    Mais pura verdade, por experiencia própria, meu namorado não prestava ate que eu conheci ele, mas agora é um amor, vive falando coisas fofas pra mim, se declarando, me mandando lentras de musicas e as canatando no meu ouvido. As vezes esqueco q ele nao era assim antes *-*

  24. 25 @ericaiscoollike 21/04/2011 às 6:50 pm

    A amiga, vem falar comigo que eu te conto várias histórias de meninos que começaram prestando, me ligando e mandando letras fofas no msn, hm.

  25. 26 Ane 26/04/2011 às 1:27 am

    O problema é que a maioria procura beleza + inteligencia+ Romantismo, etc. Claro que ter um pouco de cada um é bom né, mas as pessoas vão muito na aparência. Eu mesmo, conheço alguns(dois)garotos que são muito legais, e outras qualidades. Eles não estão nesse padrão de beleza que a maioria tem, mas são caras muito legais! Um está namorando, é claro, o outro.. Bem kkk Enfim. “No fundo, todo menino presta. Se não presta agora, um dia vai prestar, calma…” Não concordo com essa parte. Nem todos vão prestar, assim como também tem mulher que nunca vai prestar.. Gostei muito do post, parabéns 😀


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 654,578 visitas

%d blogueiros gostam disto: