Festa na Barra

Ontem teve a festa de 15 anos de uma amiga LHINDA minha e eu não me fodi, propriamente dito, mas a festa, em si, foi um martírio. Xo explicar.

Eu ia pra lá de carona com minhas amigas, Lalinha e Gordinha, figurinhas frequentes aqui no blog – ou não tão frequentes assim, mas são praticamente as figurinhas mais frequentes da minha vida.

Desde que eu aprendi a andar de busão sozinho, meu pai não me leva pra lugar nenhum, muito menos se o lugar for no outro lado do mundo, como foi o caso da festa. O pai da Gordinha não poderia nos levar, então tivemos de apelar para o pai de Lalinha.

Amigos. Nem percebi que não se tratava do meu pai.

Achei que só o meu pai reclamasse de me levar aos lugares, mas percebi que isso é uma constante. Parecia que eles haviam combinado as frases, desde o “tem que ter muita paciência com esses filhos” até o “AH, já andei muito por aqui quando era mais jovem, trabalhava por aqui…”, as brigas com a mãe por “ficar falando e tirar a atenção” e as reclamações por “não enxergar direito de noite”. Todos os comentários que meu pai faz, o pai de Lalinha fez IGUAL. Gordinha, cujo pai não faz isso, ficou assustada ao ouvi-los, mas eu e Lalinha já estávamos acostumados e nem ligamos muito.

No convite dizia que a Casa de Festas é na Barra da Tijuca. Imaginei que tu pegasse a Linha Amarela e chegasse lá em 15 minutos, logicamente. Quem não é carioca não vai saber, mas a Barra da Tijuca fica, praticamente, em outro mundo. Só que desde a invenção da linha amarela (uma avenida carioca que liga praticamente todos os lugares num espaço de tempo de 15 minutos) ficou muito mais possível chegar lá.

Mas não. Era do lado oposto da Barra, cujo para chegar era necessário ir por dentro, numa viagem que durou 45 minutos e 30km.

Quando nos aproximávamos do local, começou a chover MUITO, e a jova que estava com meus convites – a melhor amiga da aniversariante os guardara pra mim – não atendia o celular. Comecei a ficar nervoso: o homem reclamava, os convites não estavam em mãos, chuva caía fortíssima e não achávamos o local da festa. Lalinha e Gordinha não ajudavam nem um pouco, me olhando com terror nos olhos e pedindo pra eu ligar centenas de vezes pra jova, que não atendia.

Chegamos ao local da festa e ainda não tinha os ingressos. Munido de meu sorriso mais simpático, fui ao encontro dos seguranças, me utilizando de toda a minha lábia para conseguir entrar no recinto. Acabou que não foi necessário, pois meu nome estava na lista boladona de convidados boladões e eu pude passar tranquilo com minhas jovas companheiras.

Ao adentrar a festa, demos de cara com a aniversariante e a amiga que não atende o celular. Amigos, elas estavam espetaculares. Aliás, uma das grandes tristezas dessa festa foi o fato de que todas as meninas estavam espetaculares. Menina da Barra é outra coisa, néam? Nós, da zona norte, colocamos uma roupinha qualquer e estamos pronto pro abate, mas as meninas da Barra possuem um período de preparação que dura entre 24 a 368 horas, englobando desde tratamento das pontas dos pêlos do nariz, até os mais óbvios, como uma dieta balanceada de laxante e pedras de crack – que são conhecidas por darem uma espetacular caganeira, dizem os estudos – para que todas as células do estômago da jova sejam expelidas e ela esteja com a barriga definida para o evento.

Fizemos a social básica do parabéns, demos uns beijinhos na bochecha e deixamos as jovas irem receber os outros convidados mais importantes de seus ciclos sociais. Sentamos em um canto e começamos a confabular, eu, Lalinha e Gordinha.

Decidimos que não seríamos o grupo de excluídos da festa. Pelo contrário, seríamos os ~~maneiros~~. Nossas conversas eram empolgantes e esbanjavam sorrisos – menos a Gordinha, que estava mais preocupada em pedir pra ir embora para conversar com seu peguete affair. Inclusive, sugeri que começássemos a falar em inglês para que pensassem que éramos gringos tão legais e requisitados que viajamos de nosso país de origem até o Rio de Janeiro só para ir à festa, mas a ideia não foi acolhida com bons olhos.

Achávamos que estavamos indo bem com a missão de ser maneiros, até que a aniversariante veio perguntar por que estávamos tão excluídos.

“É que somos legais demais para vocês…”

As pessoas começaram a chegar e nosso passatempo se tornou observá-las. Adolescentes são tão previsíveis quanto tartarugas paraplégicas. Eles chegavam, iam direto para o Bar, bebiam uns dois copos de alguma bebida qualquer e já começavam a agir como se estivessem extremamente bêbados. Tinham os meninos ~legais~, que se juntavam e toda hora arrumavam um motivo para gritar e pular. Tinha, logicamente, os nerds que ficavam sentados em um canto conversando com um copinho de guaraná. Tinha as meninas gostosas.

Ah, as meninas gostosas.

Manos.

Elas tornaram aquela festa um inferno. Por que eu não acredito em inferno com o capeta, com calor e flamenguistas, não. Eu acredito que o inferno seja uma grande janela mostrando 24hrs como é o Paraíso e você não pode participar dele.

Todas as meninas estavam perfeitamente trajadas para o papel de putas luxuosas. Os vestidos eram tão curtos que era possível ver as dobrinhas das bundas. Elas dançavam funk até o chão, abraçadas, suadas e bêbadas. Perdi a conta de quantas calcinhas eu vi naquele recinto. E o pior de tudo – eu não podia chegar nelas. Era o único homem conhecido e estava completamente sóbrio. Não tenho coragem de chegar em uma menina assim, desse jeito. Principalmente em uma completa desconhecida com cara de puta.

Aquelas meninas já devem ter passado em tantas mãos que eu fico acuado só de imaginar.

Até ESSAS meninas parecem santinhas perto daquelas.

Eu também precisava me preocupar em me esconder dos pais da menina, cujos eu tive uma péssima experiência há dois anos que não acho que a menina gostará deu contar aqui. Só vos digo que foi o maior FAIL da minha vida, e vocês sabem que eu já tive MUITOS FAILs.

A mãe dela nem notou a minha presença, mas o pai por duas vezes me olhou feio. Não sei se ele lembrava do meu rosto (o que eu acho bem difícil, já que eu mudei muito) ou se ele só estava com inveja do quão legais eu, Lalinha e Gordinha éramos.

Não prestamos muita atenção na hora da valsa, por que tinha um menino ~descolado~ demais lá. Daqueles que se acham mais legais do que realmente são. Em fato, aquele menino se achava mais legal do que qualquer pessoa neste mundo já foi. Ele dançava, bebia, gritava, pulava, tentava puxar salvas de palmas – tudo isso sem o menor êxito. Mas continuava, insistentemente, sua missão de tentar ser o mais legal da festa.

Na hora das declarações eu achei bonitinho, já que a menina tem uma importância muito grande pra mim e é legal ver que ela também é importante para outras pessoas. Depois tocaram um parabéns e voltaram a dançar funk loucamente.

Nessa hora decidimos que estava na hora de ir embora – já beirava 1:30 – e nos despedimos da aniversariante. Queria te-la abraçado mais forte, mas fiquei com medo de estragar o vestido dela. Tenho um péssimo histórico com vestidos e qualquer precaução é pouca quando se trata deles.

Saindo da festa, encontramos aquele grupo de ~~legais~~ que bebem demais e acabam a festa na porta, chorando e vomitando tudo o que ingeriram nas últimas 48 horas. Rimos deles descaradamente, pois não obtiveram o mesmo êxito que nós de serem legais.

n00bs

Quando íamos para o carro, encontramos duas meninas bêbadas da festa pedindo carona, pois estavam indo para OUTRA festa – veja bem, eram 2 da manhã, elas já estavam bêbadas e ainda iam para outra festa de carona com completos estranhos. Eu poderia tê-las estuprado sem o menor trabalho, mas deixei passar pois estava muito bondoso no dia.

Cheguei em casa e fui dormir, sonhando com todas as meninas espetaculares que eu deixei passar. :/

Mas a vida me recompensará. Eu espero.

Anúncios

45 Responses to “Festa na Barra”


  1. 1 bobao 10/04/2011 às 10:37 pm

    vsf o first

  2. 2 Sr bobona 10/04/2011 às 10:50 pm

    Sr, bobao você é o first. #fato

  3. 3 isabela 10/04/2011 às 10:51 pm

    muito bom como sempre almeida

  4. 4 Bec 10/04/2011 às 10:52 pm

    porra, almeida. 1:30 da manhã? aproveite mais as suas parties.

  5. 5 camila 10/04/2011 às 10:53 pm

    almeida, você não conhece as festas da minha cidade……………………. nao mesmo

  6. 6 Thais C 10/04/2011 às 10:56 pm

    A parte mais idiota é quando as pessoas bebem dois copos de uma bebida aleatória e ficam se passando de bebado. Qual é o problema dessa adolescencia?

  7. 7 Anna 10/04/2011 às 10:57 pm

    sempre bom

  8. 8 Bebê 10/04/2011 às 10:59 pm

    Adorei o texto. Como sempre. Hihi
    Beijo pra ti, almeida. Seu lindo ❤

  9. 9 Natalia 10/04/2011 às 11:00 pm

    ta brincando que voce saiu da festa 1:30 ?! HAHAHAAHHA voce teve o domingo todo pra dormir ! HAHAHA pelo amor almeida !
    muito bom, como sempre ne .
    see you :*

  10. 10 @heybiaribeiro 10/04/2011 às 11:01 pm

    por isso eu não bebo, e nem danço funk ! Você será recompensado por ser um bom garoto e não ter arrancado a calçinha de ninguém. Mas eu no seu lugar chegaria pro pai da mina e cantaria ” você não gosta de mim, ma sua filha gosta” ;)! muito bom meids como sempre!

  11. 11 Ana Bárbara 10/04/2011 às 11:02 pm

    E o Meidão ficou na vontade, hm

  12. 12 lu 10/04/2011 às 11:02 pm

    parece que alguem precisa aparecer em mais festas aqui na barra, essa foi ate tranquila, tem coisas piores, acredite, hahhaha

  13. 13 Carol 10/04/2011 às 11:02 pm

    Festa de 15 anos acabando 1:30……….. não mesmo

  14. 14 dedebs 10/04/2011 às 11:03 pm

    KKKKKKK sua vida é um luxo, rs. e realmente é se fazer de besta fingur que está bebado/a com quase nada de bebida -.- mas fazer o que né?
    ah, e eu gosto muito dos sesu posts haha, são bem legais 🙂 e eu te acho um fofo, óculos me seduzem kkkkkk fail.

  15. 15 Bea 10/04/2011 às 11:03 pm

    Eu não descolada, não vou pra festas : ~~cry infinito~~

  16. 16 gabi 10/04/2011 às 11:05 pm

    Muito bom cara… adoro o seu jeito de escrever. rs Amo o blog çç beijos :*

  17. 17 Lulusy 10/04/2011 às 11:08 pm

    poxa, as festas de 15 anos daqui não acabam antes das 4 da manhã :O como assim vc foi embora 1:30?

  18. 18 Fran 10/04/2011 às 11:09 pm

    Que isso almeida? 1:30? Tem que ver isso aí, o melhor da festa não devia nem ter começado ainda e você já tinha ido kk

  19. 19 Mariane Ferrari 10/04/2011 às 11:10 pm

    “Achávamos que estavamos indo bem com a missão de ser maneiros, até que a aniversariante veio perguntar por que estávamos tão excluídos.” morri

  20. 20 Amanda 10/04/2011 às 11:10 pm

    Muito bom hsuahsuhausau

    menino muito bondoso você, né hauhauhau’

  21. 21 Lorena 10/04/2011 às 11:17 pm

    festas em q vc é um dos excluidos, digo, um dos legais, e n tem coragem de se fazer notado pelos tops, digo, putos bêbados.
    vida loka sempre.

  22. 22 biikmcr 11/04/2011 às 12:10 am

    Ia comentar a respeito do horário, mas vi que as outras leitoras já fizeram isso por mim… porra almeida, 1:30?????
    “Por que eu não acredito em inferno com o capeta, com calor e flamenguistas, não. Eu acredito que o inferno seja uma grande janela mostrando 24hrs como é o Paraíso e você não pode participar dele.” MELHOR PARTE DO POST.
    Sempre foda meids <3'

  23. 23 Almeida 11/04/2011 às 12:42 am

    poshe, os pais da menina estavam nos esperando na porta do salão :~ a gente nao tava fazendo nada além de conversar e rir dos outros, então fomos embora cedin :3

  24. 24 @leek4 11/04/2011 às 1:06 am

    adolescência perdida. –‘

  25. 25 Kauane Mello (: 11/04/2011 às 1:08 am

    TRHG89HTR89GHTR9GR Muito bom. Parabéns para a tua amiga e paarabén pra TI pelo ótimo post (: Esses são os que mais fazem falta.

    Beijo :*

  26. 26 Kauane Mello (: 11/04/2011 às 1:09 am

    *parabéns ¬¬ MALDITO TECLADO.

  27. 27 Letícia @PizzaQuePariu 11/04/2011 às 2:07 am

    Nossa você mau falou, ‘ eu, Lalinha e Gordinha ‘. ASUHAUSAHUAHUAS

  28. 28 amiga da aniversariante que nao atende o telefone 11/04/2011 às 5:53 pm

    almeida voce é muito bom kkkkkkkkkkkkkkkk que tortura festa na barra quando ta sobrio hein kkkk venha preparado na proxima e saia mais tarde tambem etc

  29. 30 Elena 11/04/2011 às 9:05 pm

    HAHAHAHAHAHAHA saiu muito cedo da festa, hein Meids. adorei o post 😀

  30. 31 @hipopotamu 11/04/2011 às 9:24 pm

    e você não pegou ninguém, foi embora cedo, não estuprou a mina, não bebeu pra fazer burrada. Almeida?????

  31. 32 Natália 11/04/2011 às 11:30 pm

    hahahahahahah euri da parte das putas luxuosas, todas as festas que eu vou aqui em SP, seja na zona Sul ou no extremo Lesta (não que eu já tenha ido, mas já passei na porta), só tem gente vestida assim. Mas poooxa hein, 1:30?
    Ri, pra variar, com sua história 🙂

  32. 33 ingrid 12/04/2011 às 12:32 am

    sempre muito bom.

  33. 34 FeehKelen 12/04/2011 às 12:58 am

    Ri do início ao fim 😀 mto bom o post!
    Percebi q vc usa mto cujo (e afins), dá uma olhada nisso aí pra não ficar sem sentido 🙂 não me leve a mal, esse ano vc vai prestar vestibular e só quero te ajudar :}

  34. 35 Kaique 12/04/2011 às 1:17 am

    nice party

  35. 36 Sami 12/04/2011 às 4:08 pm

    muuito bom o post, eu ri demais IHASUIHASUI

  36. 37 Larissa 12/04/2011 às 4:22 pm

    Funk e festa de 15 anos se completam, sem comentários sobre… amei o post 😀

  37. 38 Wholesale New Era Hats 13/04/2011 às 5:36 am

    Hi! I could have sworn I’ve been to this site before but after checking through some of the post I realized it’s new to me. Anyhow, I’m definitely glad I found it and I’ll be book-marking and checking back often!

  38. 39 fmattosa 13/04/2011 às 3:42 pm

    Você é um babaca, é ‘-‘
    HAHSHSAHSHSASHSHSHAAHHSSHAA

  39. 40 fmattosa 13/04/2011 às 3:45 pm

    Fui numa festa de 15 anos igualzinha á essa (mas não era na Barra, era em Rocha Miranda mesmo -alerta de pobre PÉ PÉ-).
    Mas é o mesmo histórico: grupinho dos nerds, grupinho dos excluídos, e grupinho dos que ‘se acham legais’, e as meninas lindas da festa que todos babam mas ninguém tem coragem de chegar. E ah, a aniversariante, que normalmente está tão linda, e normalmente agente se importa tanto com ele, que mesmo sendo completamento ogros, arranca uma lágrima nossa. Ah, final de noite, salto na mão, maquiagem borrada, cachaça no estômago e risadas pra caramba.
    É, é bom demais *o* haha, amei o post almeida.

  40. 41 @FhaSBS 13/04/2011 às 9:54 pm

    EURIDEMAIS . KKKKKK’ Almeida e suas aventuras 😀

  41. 42 Vitória 14/04/2011 às 2:08 am

    que injustiça, o Almeida é tão ~~maneiro~~ e ~~descolado~~
    AS~ÇAKSÇLA~ÇLSÃÇL~Ç

  42. 43 hana 15/04/2011 às 10:03 pm

    agora, me responde, POR QUE DIABOS você não bebeu? Oo

  43. 45 Alex Gama 10/05/2011 às 1:37 am

    Almeida meu querido.. uma dica de como curtir uma festa quando sua intenção é pegar alguém.. Não coma nada, beba o suficiente para ficar corajoso e um pouquinho tonto dance muito e só saia da festa quando os donos dela o botarem para fora. É a melhor receita!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 653,842 visitas

%d blogueiros gostam disto: