A Odisséia do Biquíni

Já prevendo a escassez de tempo para este blog, no início do ano eu requisitei a vocês que mandassem textos para minha caixa de email. Sim, nem eu mesmo lembrava dessa porra, só lembrei esta semana. O problema é que eu tava sem tempo até mesmo para lê-los e só hoje consegui arrumar um tempinho para cuidar disso aqui. Li alguns e separei os melhores. Vou postá-los no decorrer dessa semana. O de hoje é da Mirielle Katarine. Ela não deu mais nenhuma informação no email, então só fiquem sabendo o nome dela, mesmo. A menina escreve bem.

Aliás, fiquei impressionado com os textos, meus leitores estão escrevendo muito bem! Congratulações 😀

*****

AAAAAAAARRR, o verão! Azaração, festas, curtição, férias e… praia. Não leia esta última palavra com a mesma empolgação que leu as outras. Se você é meu leitor assíduo ou me conhece de verdade, sabe do meu ódio mortal por praias.

Uma coisa que eu não entendo é o fato da humanidade ter a capacidade de gostar (e às vezes até amar!) de um lugar quente, cheio de areia (que incomoda e queima nossos pés), com água salgada (que derrota os nossos cabelos) e repleto de pessoas seminuas desfilando e exibindo suas celulites e barrigas-de-chop.

Por falar em celulite, vale lembrar que já é muito constrangedor o fato de tê-las. Mas parece que quem inventou o biquíni não estava satisfeito: além de ter celulite, agora você vai ter que mostrar a(s) celulite(s). Sim, amigos. O Armagedom está próximo!

O meu ódio (mortal) por praia deriva bastante daí. Também. Pois é, podem me julgar, me cuspir, me bater, me BANIR da sociedade. Mas uma coisa eu tenho que dizer: EU ODEIO BIQUÍNI! E não odeio por simplesmente odiar. Tenho bons motivos. Foi por culpa desse maldito que eu passei uma das piores situações de minha vida. Nem carece de chorar, porque a Tia Miri já vai contar, tá? (Aproveitem esse meu período gentil. Hm, é só um aviso).

Há quase um ano atrás, fui intimada (exatamente) a viajar com minha mãe, meus irmãos e meu padrasto para um lugarzinho calmo e com praia. Preferia que fosse só um lugarzinho calmo, mas não tinha baldes suficientes pra tirar toda a areia e a água dali. E como visitante totalmente ausente desse tipo de lugar, não era de se surpreender que eu não tivesse biquíni. Tava tão feliz com meus 2 anos de completa abstinência desse tipo de passeio, que senti que minha mãe foi  muito cruel ao me pedir pra ir a essa viagem. Resultado: Tive que comprar o tal traje de banho. Pior do que ele (sim, existe algo pior) é ter de escolhê-lo, “experimentá-lo” e comprá-lo.

Só topei essa parada porque minha mãe chamou uma amiga minha pra ir comigo. Caso contrário, jamais teria ido. E teria perdido uma das melhores viagens da minha vida.

Já que a Bruna ia viajar comigo, chamei ela pra me ajudar a escolher o tal biquíni. Rodamos o comércio da cidade inteiro (o que não é grande coisa) e não conseguimos achar nada durante uma hora!

A primeira loja que fomos, tinha uns biquínis tão HORRÍVEIS que eu não teria coragem de dar um daqueles PRA NINGUÉM. NINGUÉM meeeeeesmo, ok? Enfim, demos uma desculpa esfarrapada para a pobre (e até gentil) vendedora e fomos embora. Em seguida, entramos em uma segunda loja, e assim que eu entrei vi um biquíni PERFEITO em uma manequim. Cismei que era aquele que eu queria. Chamamos uma vendedora.
“- Moça, eu queria ver aquele biquíni ali, ó…”
“- Esse é tamanho único querida, não dá em você.”
“(cara de retardada)- Mas eu… queria experimentar…”
“- Ontem veio uma menina com um corpo parecido com o seu e não deu. Ficou grande!”
“- TÁ. MAS EU QUERO OLHAR AQUELE BIQUÍNI!”
“- É que… eu tenho certeza que não dá em você.”

“- Tá bom então. (caminho, olho pra trás) Você nem deixou eu vestir e ta dizendo que tem certeza que NÃO dá? ***$$@$%%*&¨¨%¨%$%!!!!”

Saí da loja soltando fogo pelas ventas e Bruna veio atrás tentando me acalmar.
“- Calma Miri, a gente vai em outro lugar!”
“- Outro lugar? Acontece que é AQUELE BIQUÍNI que eu quero!!! Aquela vagabunda ta de olho no MEU BIQUÍNI ou  então tá com preguiça de tirar do manequim. Desgraçaaada…”

Xinguei um pouco mais, andamos um pouco mais e paramos em outro lugar. Enfim, justamente um que eu tinha achado “bonitinho” (beeeem inho) não ficou legal. Fui em mais umas 5 ou 6 lojas e nenhum que me agradasse ficava BOM. Comecei a chorar e a me desesperar no meio da rua. “EEEEU PRECISO DE UM BIQUÍNIIIIIIIIII!”  Enfim, fomos em um último lugar que ficava justamente DO LADO da loja da vendendora OLHO GORDO. E diz quem tava lá? O LUAN. Pois é cara, um amigo meu, pra quem não sabe.

ELE TRABALHA LÁ. Legal. Eu vou escolher um BIQUÍNI (algo que eu odeio fazer) e um HOMEM safado (na verdade, todos são) vai presenciar o fato. Tem como ficar pior? Se tiver, me diz, que eu  já tô com a cicuta aqui! Pois bem, peguei um e lá fui eu à luta. Pedi a Bruna rezar pra dar certo, e entrei. Mas PQP. O biquíni ficou apertado. Pequeno. Horrível. E o Luan, muito solidário, gritou pra venderora: “TEM QUE SER UM MAIOR, PORQUE ELA É GORDAAAA!” HM. JUSTO. Descobri porque NADA tava dando certo. EU SOU GORDA. Claro, como eu não pensei nisso antes? Simplesmente, olhei pro Luan e não disse nada. Cara, se meu olhar fosse fogo, ele tava só A CINZA numa hora dessas, é. Joguei o biquíni em cima do balcão e saí.

Voltamos à terceira loja que tínhamos ido antes e pedimos a vendedora que PELO AMOR DE DEUS, nos ajudasse (de novo). E ela foi super educada e acompanhou a gente. COMO EU SOU BRASILEIRA, peguei alguns que ainda não tinha visto e fui “experimentar”. Por um milagre DE JESUS, um ficou até bonzinho. Como já tava cansada demais pra conferir TU-DO, apenas olhei o preço e disse que ia levar aquele.

Na volta pra casa, passamos por um lugar que vendia óculos de sol e acabei comprando um. Essa é a ÚNICA coisa ligada à praia que eu realmente gosto.
Depois de toda essa história dramática, cheia de ação e aventura e super triste, espero que vocês tenham aprendido porque a praia não é um lugar legal. Fujam dela SEMPRE (sempre) que puderem. Me prometam isso, senão não conseguirei dormir.

P.S.: Quer um conselho? Tá. Mesmo assim vou dar: Vai pra uma fazenda. Você não tem que necessariamente usar biquíni/sunga, nem que tomar altos caldos em água salgada e  nem tão pouco aturar vendedores insuportáveis que te obrigam a comprar pulseirinhas do reggae, quando na verdade, você ama rock’n’roll. Isso mesmo, amigo. Praia é algo abominável.

Eaí, a guria escreve bem?

Anúncios

35 Responses to “A Odisséia do Biquíni”


  1. 2 Maari_xx 08/04/2011 às 10:31 pm

    essa menina manda muito cara HSIOAHOHSOIHAHSHIA coitada, arrumar biquíni realmente é uma tristeza D:

  2. 3 Gabriela 08/04/2011 às 10:31 pm

    Muito bom o texto, ri muito JSOAJOSJAOOSJOAJ
    Ah! Eu adoro praia :X Tambem, eu moro em uma cidade litoranea, fazer o que HAHAHAHA

  3. 5 Elisa @elisazanatta 08/04/2011 às 10:32 pm

    oi john fofo te copiei.

    Eu odeio praia também. Só gosto pra pegar cor. beijo HAHAH

  4. 6 ana 08/04/2011 às 10:34 pm

    tambem nao gosto de praia ._.

  5. 7 hana 08/04/2011 às 10:39 pm

    biquini, taí uma coisa difícil de achar, UAUAHUAHUA goostei muito do texto

  6. 8 maria 08/04/2011 às 10:43 pm

    HAHAHA no verão passado aconteceu o mesmo comigo, mas ñ fui com uma amiga solidaria comprar o biquini fui com minha irmã chata q ñ me deixava escolher um biquini em paz porem, eu tava indo pra bahia pra que raiva quando se vai pra bahia? enfim acho foi a melhor viagem pra praia q eu fui só isso compensou o martirio de ir comprar biquini e aturar vendedor chato shsuahsuaaua

  7. 9 Missy 08/04/2011 às 10:55 pm

    Pra mim o problema da praia é a areia, mas fora isso eu amo ❤ Também tem o problema que eu fico com medo das ondas e ai acabo não entrando, mas fazer o que k

  8. 10 Sérgio Santos 08/04/2011 às 11:11 pm

    pow todo dia venho aqui 6 horas da manhã ver se tem post novo, mas nunca consigo ser o primeiro. Droga. Brother, tu manda mt bem cara, adoro ler seus posts, fodastico!

  9. 11 Thaís 08/04/2011 às 11:31 pm

    que inferno hein

  10. 12 aninha mora 08/04/2011 às 11:45 pm

    ki lish de post, si matah mano. seus post eh mór legaaau, agr dessa mina eh 1 cu

  11. 13 Letícia @PizzaQuePariu 09/04/2011 às 12:01 am

    Nossa ela parece eu, odeio praia. Faz muito calor, tem velhos com as banhas aparecendo e eu ainda tenho que espor este meu lindo corpo.

  12. 14 Natália Costa 09/04/2011 às 12:27 am

    Também odeio praia e como eu sou muito sortuda,moro em MG o que quer dizer que todas as férias meus pais vão (e me obrigam a ir junto)pro inferno na terra,vulgo praia,ô vida u_u

  13. 15 @_elisagarcia 09/04/2011 às 1:13 am

    E eu que moro no litoral? Me mato ou me mato?

    A menina escreve muito, quero o blog dela [AAAAA]

  14. 16 @himynameislets 09/04/2011 às 5:46 pm

    MUUUUITO BOM! HAHAHA

  15. 17 Elena 09/04/2011 às 5:46 pm

    Também odeio praia, argh. Não vejo graça.

  16. 18 @himynameislets 09/04/2011 às 5:46 pm

    Odeio, odeio, odeio e odeio praia. Nossa, tem coisa pior?

  17. 19 Mayra 09/04/2011 às 5:52 pm

    porra… eu aqui esperando o que ia acontecer durante a viagem, para que comprar o biquini tivesse valido a pena e o texto acabou no fato do biquini? Um tanto decepcionante, eu diria.

  18. 20 Carolina 09/04/2011 às 8:19 pm

    Escreve bem, mas a história em si não é interessante. Você apenas expressou o fato de não gostar de praia e de ter tido dificuldades em encontrar um biquini, mas a escrito o tornou mais interessante.

  19. 21 @leek4 09/04/2011 às 10:14 pm

    Escreve bem sim, curti 🙂
    maas não me convenceu. Adoro praia e clima de verão. Olha que eu ja paguei o maior micão tomando caldos no rasinho, haha

  20. 23 Renata D'Leon 10/04/2011 às 3:49 am

    ela escreve super bem mesmo, tá de parabéns! mas nem concordo muito com esse negócio de praia ser ruim. existe coisa melhor que correr atrás do chinelo quando ele é levado pelo mar? existe cena mais engraçada que ver sua amiga virando de costas para o mar e gritando “VEM PRA ÁGUA, TÁ UMA DELÍCIA” enquando vê um onda GIGANTE vindo em direção dela e não a avisar só para ve-la levar um belo caixotão? existe coisa melhor que comer um peixinho encrementado com a areia trazida pelo vento? aaah, o verão!

  21. 24 Sami 10/04/2011 às 5:44 pm

    Ela escreve bem sim. Apesar de eu ter discordado TOTALMENTE da parte em que ela fala mal da praia, é um bom texto (:

  22. 25 fmattosa 10/04/2011 às 10:40 pm

    AHSHSHAHAHSHSHSHHSH é, a guria leva jeito.. palmas pra ela!
    “Apesar de eu ter discordado TOTALMENTE da parte em que ela fala mal da praia, é um bom texto (:” [2]

  23. 26 Anna 10/04/2011 às 11:06 pm

    prefiro os seus, almeida. :/ mas esse tá bem bom também.

  24. 27 Brisa 11/04/2011 às 2:31 pm

    Olhaaaa, coloquei no google o nome da garota e descobri que ela tem um blog!

    http://reinodesunido.wordpress.com/

    Beijo, Almeida

  25. 28 Iara 11/04/2011 às 5:39 pm

    Legalzinho… XD

  26. 29 Kaique 12/04/2011 às 12:58 am

    Bem legal o texto : D

  27. 30 @allfaces_ 12/04/2011 às 1:04 am

    Bem dá verdade o que ela disse, haha.
    Praia é linda, bonita, etc, mas em foto meu caro.
    Bá, ainda tem o que andar até conseguir chegar em ti colega.
    bjbj.

  28. 31 Mirielle 16/04/2011 às 12:44 am

    Oi gente, eu sou a autora do texto!
    Muito obrigada pelos elogios e pelas criticas…
    Mal consigo digitar, de tão feliz que eu tô pelo Alomeida ter me elogiado! E concordo plenamente com quem disse que eu ainda tenho MUUUUITO o que fazer pra chegar aos pés dele, ok?
    Visitem meu blog, tem outras besteiras lá.
    Um beijo, e obrigada Almeida…

  29. 32 Mirielle 16/04/2011 às 4:13 pm

    Almeida*

    Ah sim, esqueci de dizer algo…
    Mayra, a continuação desse texto ta no meu blog, e nela eu falo sobre a viagem! O link é esse no meu nome, é porque só podia mandar um texto.. :~

    Beijos

  30. 33 SexDrops 18/04/2011 às 4:58 pm

    Caralho, tudo isso pra comprar a porra de um biquine? XD o texto ta legal.. mas a odiseia nao teria ido tao longe se ela nao fosse tao perfecsionistas XD .. quanto drama xDDD

  31. 34 @ericaiscoollike 21/04/2011 às 6:22 pm

    UAHUAHAUHAUHAU RI DEMAIS KKK
    Ela escreve muito bem, e eu concordo com ela sobre a praia.

  32. 35 Elmo 10/02/2012 às 11:25 pm

    Aiin.. Natal é mesmo ldiino..Tenho maior vontade de fazer um turNatal-Fernando de Noronha *-*Bju ;*As fotos tão lindas!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 656,559 visitas

%d blogueiros gostam disto: