God gave Rock n’ Roll to you.

O ser humano tem uma predisposição muito grande a enjoar das coisas. Qualquer coisa que seja repetitiva tende a ficar monótona e cair rapidamente no esquecimento. Algumas pessoas dizem que a única excessão é o amor, mas eu amo pão de queijo e também enjôo dele de vez em quando, então essas pessoas não sabem o que estão dizendo.

Mas isso não faz as coisas ficarem ruins, somente monótonas. E é por isso que, mesmo sem perceber, as pessoas criam tendência passageiras que não são tão passageiras assim. Por exemplo: é difícil encontrar uma moda da atualidade que já não tenha sido moda no passado. Por mais que achemos que estamos inovando, estamos somente ressuscitando modas que outrora ficaram monótonas, como é o caso das roupas coloridas (moda nos anos 60/70), a dance music (moda nos anos 80), o tal do hippie-chique (também dos anos 60), entre outras coisas que a Capricho provavelmente sabe mais do que eu.

Te apresento o hit dos anos 90.

O que acontece é – tá na hora de ressuscitar algo que preste, né garotada?

Foi pensando nisso que as bandas brasileiras se juntaram – talvez não propositalmente, mas foi o que aconteceu, no final das contas – e tentaram trazer o rock nacional de volta às rádios. Xô explicar.

Em meados de 2006/2007 começaram a estourar bandinhas de pop eletrônico lamentáveis que adolescentes lamentáveis costumam adorar. Não que elas não existissem antes, mas agora elas estavam ganhando um terreno absurdo. Costumo chamar de “A era dos Justin”: de Justin Timberlake a Justin Bieber.

Com a predominância desse tipo de música, os riffs de guitarra e músicas realmente boas se tornaram uma minoria tão absurda que as vendas de sintetizadores ultrapassaram a venda de guitarras do mesmo jeito que a venda de drogas ultrapassou a venda de crucifixos no bairro da cracolândia.

O AI-5 do rock nacional foi quando as rádios perceberam que colocar um solo de guitarra com um maluco gritando logo após tocar uma baladinha romântica do Justin Bieber simplesmente não tava funcionando. Ou eles matavam o rock, ou o Justin Bieber. E ninguém queria que o Justin Bieber morresse – na teoria -, então resolveram matar o rock: a partir daquela época, as bandas de rock tinham de fazer versões acústicas de seus singles para que eles tocassem em rádios.

Não era nada pessoal, mas o público do pop era mais participativo (perceba que eu não falei maior) que o público do rock, e do mesmo jeito que os roqueiros não gostam de ouvir pop, os fãs de pop não gostam de ouvir rock. Eles tentaram agradar ao grupo maior – esse é o trabalho deles.

O exemplo mais notável disso foi “Eu Sei”, da Fresno, cujo remix para a rádio simplesmente cagou completamente a música. Transformaram um pop rock em uma balada que parecia ser feita por uma bandeca recém-formada de myspace.

Essa versão é totalmente incondizente com a atual fase e sonoridade da Fresno, e qualquer um que já tenha ouvido a versão original sabe da cagada que ficou este single, mas as rádios acreditaram que assim seria mais sonoro de se tocar depois de tocar o último single da Restart, ou seja lá a bosta que toca nas rádios nacionais.

E agora a questão – Aumeida, se todos nós temos completa ciência de que isso está uma grandissíssima bosta, por que é que as rádios insistem em proceder com tamanho apocalipse sonoro, ó bolas?

Por que nós não nos mobilizamos contra.

É muito fácil falar que a música da Restart é uma merda fedida. É tão fácil que chega a ser mais fácil falar mal das bandas que não gostamos do que bem das que gostamos. Do mesmo jeito, é muito mais fácil falar mal da Família Restart por sua devoção doentia à banda, do que dedicar uma parcela mísera do teu tempo para a banda de que tu gosta.

Nós comentamos em redes sociais que não gostamos da Restart, mas não pedimos em rádios/programas/premiações as bandas que gostamos. E por que isso acontece?

Por que este mundo é formado de contradições, é por isso que isto acontece.

Todo mundo vaiou quando a Restart ganhou o VMB, mas ninguém se deu ao trabalho de votar na Fresno, ou no NxZero, ou na Pitty, ou seja lá qual fosse a concorrente tanto quanto os fãs da Restart votaram. Se tivesse se dado, a Restart certamente não teria ganhado.

Eis que “agora” (já tem um certo tempo) as bandas estão pedindo a ajuda dos fãs para fazer com que essa geração azul calcinha fã de baladinhas mela-cueca seja, enfim, derrubada sob o timbre agudo de um riff de guitarra tocando à frente de um estádio lotado.

Tinha como ser mais claro?

A Fresno lançou Revanche, o NxZero lançou Sete Chaves, a Pitty lançou Chiaroscuro. Todos CD’s com um som pesado, justamente para sanar essa sede que o público do rock brasileiro sente de música boa tocando, enfim, nas rádios e televisões.

Eles fizeram a parte deles, e na hora dos fãs fazerem a sua parte, cagou tudo.

Ninguém votou, ninguém pediu. Até pediram, mas não o suficiente. Não o suficiente pra fazer a revolução musical que estes artistas propuseram e trazer a tendência do rock bate-cabeça de novo. As músicas entravam nos TOP 10, mas não se mantinham. Mal chegavam ao primeiro lugar.

Precisávamos de uma Passeata dos 100 Mil e o máximo que conseguimos foi 100 cabeças na praia de copacabana.

As pessoas vão para um show da Fresno na expectativa de tocarem “Uma Música” e se recusam a pular quando eles tocam “Revanche”. As pessoas vão no show do NxZero esperando que eles cantem o Rap da versão 2.0 de Só Rezo, se revoltando quando eles tocam a versão com guitarra.

A Pitty falou uma vez, e eu hei de parafraseá-la:

as rádios oferecem o que as pessoas querem ouvir. É isso o que, de fato, vocês querem ouvir? Se for, tudo bem. Recolho-me a minha insignificância e espero o mundo girar pro lado do rock outra vez.

Se não é, então as rádios precisam saber que ainda tem gente a fim de escutar rock, guitarras, letras mais complexas. E o único jeito deles saberem disso é com vocês se manifestando. Ligando pra rádio da sua cidade, mandando email, pedindo a música que você quer ouvir. Se vocês não se fizerem ouvir, se isso não chega até eles, jamais saberão que tem gente a fim de escutar coisas diferentes. O público tem voz ativa, e não há jabá que segure uma música não pedida na programação.

Dá trabalho e exige crença de que ainda é possível. Se acha que vale a pena, faça. Se está cético o suficiente pra achar que isso é uma grande baboseira, é um direito seu.

Prêmio Multishow tá aí. Quem tá votando na banda que gosta? As bandas tão aí, lançando single. Quem tá pedindo elas nas rádios? VMB vem aí. Quem vai votar?

Mas eu sei exatamente quem vai reclamar da Família Restart: todo mundo.

Cês sabiam que a Família Restart faz maratonais semanais para o PMMB? Hm. Fiquem sabendo agora. Lembro que em 2009 a Fresno fez isso e levou tudo.

Anúncios

38 Responses to “God gave Rock n’ Roll to you.”


  1. 4 Aline Duarte 02/04/2011 às 1:13 am

    Meidão, nunca te vi tão certo. Super parabéns.

  2. 6 clara niehues 02/04/2011 às 1:18 am

    acho justo uma maratona de fresno, hm

  3. 7 Cindy Ishida 02/04/2011 às 1:23 am

    A grande massa sempre é assim, na hora de reclamar, enche a boca, mas quando é pra fazer alguma coisa acha muito difícil. Isso é desde política até isso da música e pá, certinho, você.

  4. 8 Carol. 02/04/2011 às 1:23 am

    texto ótimo, certíssimo.

  5. 9 Nicole 02/04/2011 às 1:25 am

    concordo, não adianta mesmo ficar só reclamando e não fazer nada. e não só em relação ao rock!

  6. 10 Pedro Zumps 02/04/2011 às 1:26 am

    Precisamos de uma revolução, mas isso só acontece com apoio da maioria e não somos a maior parte )):

  7. 11 Lero Lee 02/04/2011 às 1:27 am

    Concordo com o escrito. E acho uma puta sacanagem com essas bandas. Lançaram ótimos álbuns, e tem muita gente que se diz fã; mas ainda estão na sombra da musica popmediocre. Melhor texto seu, de uns tempos pra cá.

  8. 12 Carou 02/04/2011 às 1:28 am

    ok, me decepcionei com essa versão

  9. 13 @ericaiscoollike 02/04/2011 às 1:29 am

    o melhor post do ano, com certeza.

  10. 14 Gabby Freitas 02/04/2011 às 1:39 am

    Concordo com tudo almeida. Todo mundo fala mal da Restart mas ninguém vota na banda que de fato deveria ganhar.

    Os cds de rock da Fresno, do Nx e da Pitty não estão fazendo tanto sucesso, e daqui a pouco eles lançam um cd pop pra agradar a grande massa. os fãs tem que agir antes que isso aconteça.

  11. 15 Maari_xx 02/04/2011 às 1:42 am

    Revolução já ! D:

  12. 16 Thaís 02/04/2011 às 1:46 am

    maninho, você é demais.

  13. 17 yasmin 02/04/2011 às 1:46 am

    quatro coisas:

    – vivo flagrando Beatles e Plastic Ono Band tocando nas rádios, mas nunca uma música boa que seja nova. Mesmo com músicas do Different Gear, Still Speeding, do Angles, do Revanche, do já meio antigo Sete Chaves, e daqui uns tempos terá o novo álbum do Noel Gallagher pra tocar, como você disse, vejo muita gente reclamando de Restart fazer sucesso mas não vejo ninguém ligando nas rádios pra pedir outra coisa além Eminem/Rihanna/Beyonce/Justin Bieber/Restart etc. E outra coisa que eu já percebi ter muita influência nas rádios é o TVZ.

    -Um cara que é absurdamente anônimo mas tem um talento do cacete e deveria estar no top 5, é o Marcelo Archetti. Ouça as músicas dele: http://www.myspace.com/marceloarchetti

    -você tem potencial pra ser um grande revolucionário.

    -faz um post sobre o show do Oasis peloamordejohnlennon.

  14. 18 E.L.D 02/04/2011 às 2:44 am

    Finalmente entendi pq só tocam versão acústica no rádio, PQP!1!

  15. 19 Kauane Mello 02/04/2011 às 6:33 pm

    Não poderia concordar mais com este teu post.

    Saudade de 2009! O melhor VMB, o melhor PMMB. Foi o ano da Fresno, cara. Foi demais.

    Em 2009, a Cine levou o Revelação do VMB. Em 2010, a Cine levou o BANDA DO ANO do PMMB. Tipo, será que estamos ouvindo a mesma música?

    A questão é: por que não transformar 2011 também em um ano exclusivamente da FRESNO?
    Por que perder tempo repetindo o que todos nós já estamos cansados de saber: que a Restart é uma grande bosta? Porra, até os próprios fãs sabem que aquilo NÃO É MÚSICA BOA. Só não têm coragem de admitir.

    Chegou a hora de arregaçar as mangas e votar, votar e votar mais um pouco, como foi feito em 2009. Chegou a hora de NÃO calar a boca pra quem fala que Fresno não é rock. Fresno é rock sim, porra. E esse ano vai ser deles, tudo deles, tudo de novo.

  16. 20 hana 02/04/2011 às 11:48 pm

    tá de parabéns, um dos melhores e mais bem elaborados posts de todos. concordo totalmente com você.

  17. 21 @usernameidiota 02/04/2011 às 11:48 pm

    Você disse tudo e eu como fã de fresno venho observado muito isso.
    Outra coisa que eu acho é que enquanto as pessoas supervalorizarem a música internacional, a música nacional boa vai continuar caindo e sumindo.

  18. 22 fmattosa 03/04/2011 às 2:25 am

    CARALHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

  19. 23 fmattosa 03/04/2011 às 2:27 am

    Falou tudo Almeida… e mais um pouco.
    É foda, as pessoas gostam de reclamar, mas ninguém de agir pra mudar o que não gosta. É sempre assim..
    É assim na politica também, todos odeiam o atual representante, mas se conta nos dedos que faz algo pra mudar, dá até raiva de ouvir esse povo só falando e falando.
    Mas enfim, faremos essa poluição sonora acabar.
    Ê Almeida o

  20. 24 biikmcr 03/04/2011 às 5:57 pm

    É nóis, meids.

  21. 25 Paula Prado 04/04/2011 às 12:06 am

    Falou do NX e da Fresno, ganhou meu coração HAHSDIHAIHSD. Enfim, concordo PLENAMENTE!

  22. 26 Liaalves 04/04/2011 às 4:31 pm

    Meidão, nunca te vi tão certo. +1

  23. 27 raquel 04/04/2011 às 5:18 pm

    ótimo post
    mas sabe o porque de restart e justin bieber serem tão bem votados?
    porque os fâs deles são crianças desocupadas que tem o dia inteiro pra votar
    diferente das bandas de verdade que tem fâs maduros com coisas pra fazer

  24. 28 @FhaSBS 05/04/2011 às 6:36 pm

    É Almeida mais uma vez botando pensamento bom na cabeça da garotada (:

  25. 29 @FhaSBS 05/04/2011 às 6:37 pm

    Na verdade , é porque eles tem bastante fãns mesmo que gostam de votar.
    E como o Almeida disse , ninguém vota nas outras bandas. Não tem nada haver com maturidade , só tem havber com querer ganhar mesmo (:

  26. 30 raquel 05/04/2011 às 7:00 pm

    é mas mesmo querendo votar muito nas bandas que eu gosto não tenho tempo de ficar fazendo isso o dia todo

  27. 31 Clara 06/04/2011 às 12:05 am

    ótimo post, como sempre. concordo totalmente que é muito facil ficar criticando sem tomar uma atitude, e falta rock nas rádios hoje em dia (:
    vai no show do U2 Alemida?

  28. 32 Mariana (@mmshits) 06/04/2011 às 1:39 pm

    Post ótimo, como sempre +121233
    Eu já não ouço mais rádio, nem vejo top 10, por mais que você vote sempre aparece uma música sem nexo em primeiro lugar. Enfim, estou cansada de ver músicas descentes virando fezes acústicas nas rádios, repare que bandas do tipo Gloria só aparecem nas rádios na versão acústica (e quando aparecem), tal como a Fresno.
    Há algum tempo atrás o Lobão falava disso no Lobotomia(se não me engano), e o fato é que as bandas tem um trabalho de meses e muito dinheiro gasto pra conseguir fazer um cd bom, e as rádios enfiam esse trabalho no… E isso a acontece a tempos, tempos do Lobão!Então…
    QUE COMECE A REVOLUÇÃO!

  29. 33 M4riel 06/04/2011 às 6:23 pm

    Tudo o que precisava ser dito, já foi dito. =|

  30. 34 @hipopotamu 06/04/2011 às 8:52 pm

    é isso Almeida, disse tudo. Falta ação, falta mobilização, falta, em partes, fanatismo.

  31. 35 Gabi 08/04/2011 às 11:39 pm

    Cara, sempre adoro seus posts, mas esse… tá uma droga. E os comentários, futilidade da classe média escancarada e estampada e de uma forma totalmente infantil.
    Você tá propondo uma revolução MUSICAL? Estamos em época de desigualdade absurda, gente passando fome enquanto outros jogam comida fora e VC VEM FALAR DE MUDAR AS MÚSICAS QUE TOCAM NAS RÁDIOS. Alias, alguém ainda escuta rádio? Ok que mudar o as pessoas vêm na TV ou o que escutam nas rádios é importante, mas não o mais. Primeiro, temos que saber o quanto de poder temos nas mãos e segundo, criar um pouquinho de noção do que está acontecendo. Enquanto vocês estão aí, preocupados com as bandas que tocam nas rádios, há pessoas vivendo abaixo da miséria e apenas DESEJANDO ter o que vc pode ter. Então, seria mesmo o caso de uma revolução musical? Acho que não, hein.
    Olha, chega até ser engraçado. Depois que eu li seu post eu fiquei: ele não pode estar falando sério.

  32. 36 Gabi 08/04/2011 às 11:40 pm

    Não me matem

  33. 37 Alex Gama 05/05/2011 às 6:50 pm

    Falou tudo

  34. 38 sexshop 07/08/2013 às 8:44 am

    I don’t know if it’s just me or if everyone else encountering problems with your blog.
    It appears as though some of the written text in your posts
    are running off the screen. Can somebody else please provide feedback and let me know
    if this is happening to them as well? This may
    be a issue with my web browser because I’ve had this happen previously. Thanks


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 652,648 visitas

%d blogueiros gostam disto: