Você não pode voar, amigo.

Existe uma tênue linha entre o que você é e o que você pensa que é. É um problema seríssimo quando uma pessoa pensa que é uma coisa que, óbviamente, não é. E não me refiro àqueles malucos que acham que podem voar quando, logicamente, não podem, apesar deles também serem um problema, já que corpos estabacados no chão costumam dar muito trabalho pro zelador. Me refiro àquelas pessoas que acham que são legais quando, na verdade, não são.

Um desses casos são os cults. Há muito tempo, uma pessoa resolveu pegar todas as pessoas chatas do mundo e dar um nome a elas. Do mesmo jeito que uma pessoa pegou um monte de bois e vacas e falou “bem, a partir de agora, o nome deles será gado bovino”. Não que os cults sejam vacas, só são tão chatos quanto.

A premissa dos cults era clara: você devia ser chato, viver à base de café, idolatrar coisas antigas (sempre se baseando na ideia de que você nasceu na época errada, pois cults nunca estão contentes com a atualidade), achar que só você no mundo inteiro sabe apreciar arte e, principalmente, ser inteligente.

São coisas bem simples e que acabam puxando umas às outras, afinal, pessoas inteligentes costumam ser chatas por si só, e pessoas que “vivem à base de café” ou acham que “só eles sabem apresentar a arte” também são chatas. Tudo está interligado. Até as vacas.

O que ocorre é que no século XXI, com esse tal de livre arbítrio (bons tempos eram os que quem falasse merda ia pro pau-de-arara) pessoas cujo QI é tão baixo que chega a ofender a raça humana se consideram cults. Os pseudo-cults.

Para esses colifórnios humanos, o ato de ser cult se resume a odiar tudo o que está na moda, simplesmente por odiar. Os cults, de fato, odeiam tudo o que está na moda mas, ao menos, se utilizam de seus cérebros chatos e cafezados para bolar um motivo para fazê-lo. A juventude atual não. Eles odeiam só por odiar.

Hoje em dia, um dos principais inimigos dessa juventude pseudo-cult são:

1)      Big Brother


Criou-se em cima do Big Brother um estigma de que qualquer pessoa que assista ao programa é, de quebra, retardado mental. Acreditem, se isso fosse verdade eu seria o primeiro a avisar. E vocês sabem que seria.

As pessoas argumentam contra o Big Brother que “é um programa que não adiciona nada ao cérebro” ou “é um programa de desocupado” e eu vos pergunto – o que os outros programas, fora os do Discovery, adicionam ao cérebro? Te garanto que Eistein não formulou a teoria da relatividade após assistir uma maratona de Gossip Girl.

O que ocorre é que o Big Brother é um programa de entretenimento simples – são várias pessoas se xingando. Enquanto os seriados que os cults adoram  chamar de “bons” ficam fazendo tramas precárias pra colocar um casal aqui e uma briguinha ali, o Big Brother não se dá a esse trabalho. Ele simplesmente filma pessoas que já estão propensas à isso. Essas pessoas sim são as retardadas mentais. E aí chega aquela questão – elas são as retardadas mentais, mas são elas que tão ganhando fama e dinheiro. Você é descolado e tá aí, falando mal.

O Big Brother é um programa de entretenimento tal qual qualquer outro, mas as pessoas já estão propensas a achá-lo ruim só por que muita gente o acha bom.

2)      Brasil

Ordem e progresso, sua bunda é um sucesso.

Hoje em dia parece que o normal é não gostar do Brasil. As pessoas adoram falar que os gringos só vêem o Brasil como “bunda, samba, praia”, mas essa acaba sendo a visão dos próprios brasileiros. Ninguém sabe que o Brasil é a maior potência isolada da américa do Sul, a 7ª maior economia do mundo, a maior exportadora de produtos agrícolas e, em pouco tempo, se tornará “a maior” em várias outras coisas, como exportação de petróleo, por exemplo.

Isso tudo só na visão econômica. Em entretenimento, nós somos parada obrigatória das maiores bandas internacionais. Todo mundo quer fazer uma apresentação no Brasil, pois todos amam a nossa energia, que é única e especial.

Nós exportamos música para o mundo inteiro. Apesar de não termos bandas fazendo turnê mundial em estádios, muitos músicos brasileiros se mudam para a Europa pra fazer turnê por lá, todos os países da américa latina importam nossa música também – não somente a Restart, como também outras bandas que não são tão famosas – e nosso samba/axé é conhecido mundialmente, tanto que a Ivete Sangalo lota estádios nos EUA.

Apesar da imagem de que brasileiro é mal educado, nós somos extremamente receptivos e alegres. Nós temos cuidados higiênicos que ninguém no resto do mundo tem – como, por exemplo, lavar as mãos antes de comer, não fumar em ambientes fechados, tomar banho diariamente, etc. O Rio de Janeiro foi eleita a cidade mais solidária de um grupo contendo diversos países.

Mas a maioria das pessoas ignora tudo isso e simplesmente pensa que o Brasil é uma merda por que Restart e Chiclete Com Banana fazem sucesso. Se mais pessoas soubessem das nossas riquezas nacionais, sem sombra de dúvida sentiriam orgulho e trabalhariam mais satisfeitos. Pois um país só cresce quando o povo quer que ele cresça, e o povo só quer que ele cresça quando sente orgulho.

3) Quando as pessoas se dão bem


“Eu gostava do PC Siqueira, mas agora que ficou famoso tá chato”; “Eu gostava de Restart, mas agora que ficou famoso não gosto mais”; “Eu gostava do Aumeida, mas agora que o blog dele é visitado, tá escroto” essas e outras são frases que não são muito difíceis de serem ouvidas.

O que as pessoas não entendem é que, se uma pessoa fica investindo em uma coisa e simplesmente não colhe frutos (no caso, a fama), ela desistirá daquilo. Por outro lado, quando a coisa dá frutos, a pessoa começa a se esforçar ao máximo para melhorar o bagaço, com o intuito de conseguir MAIS fama e MAIS dinheiro.

Eu sei disso pois quando eu ganhava dinheiro com este Blog, eu me esforçava para fazer dele O melhor blog. Agora, que não ganho nada, vocês veem como está a situação.

Essas pessoas precisam manter em mente uma coisa muito simples – não é por que você gosta de uma banda, que ela é só sua. Se o negócio for bom, o sucesso dela é um acontecimento eminente e você terá de lidar com isso, quer queira, quer não. Ao invés de ser contra isso, deverias aproveitar a onda. Uma banda sem público não faz show. Uma série sem ibope não tem segunda temporada. Um escritor que não vende, não terá um segundo livro.

E, garotada, vocês sabem quem são esses pseudo-cults? Vocês. Nós todos. Nós somos jovens, não temos mentalidade formada e acabamos nos deixando levar pelo que os outros fazem. Nosso trabalho é tentar mudar essa mentalidade o quanto antes, formar opiniões próprias e criar senso crítico, se não terminaremos fazendo parte de um grande estigma sem sentido.

Anúncios

66 Responses to “Você não pode voar, amigo.”


  1. 1 @lygialee14 06/03/2011 às 6:32 pm

    first?

  2. 2 @himynameislets 06/03/2011 às 6:32 pm

    primeira? *-* hahahaha
    vou ler agora q

  3. 3 izaits 06/03/2011 às 6:34 pm

    primeira? vou ler riririri

  4. 4 @fufuck_ 06/03/2011 às 6:35 pm

    🙂

  5. 5 @a_nniecarol 06/03/2011 às 6:35 pm

    terceira? :B
    kk

  6. 6 @himynameislets 06/03/2011 às 6:37 pm

    Eu sei disso pois quando eu ganhava dinheiro com este Blog, eu me esforçava para fazer dele O melhor blog. Agora, que não ganho nada, vocês veem como está a situação. +1

    Muito bom, meida. *-*

  7. 7 Fernanda 06/03/2011 às 6:39 pm

    Oi, Aumeida. Li todo o post.
    E você falou tudo. Sem mais.
    <33333 tchau meids

  8. 8 Karol 06/03/2011 às 6:40 pm

    Adorei. Sério mesmo.

  9. 9 @ericaiscoollike 06/03/2011 às 6:43 pm

    Sou viciada em café. Não vamos meter o café no meio almeida D:
    UHAUAHAUAHUAHAUAHUAHA
    ótimo post, eu gosto de ter amigos cults, ele me irritam as vezes mas eu os amos ❤
    já que compartilhamos da mesma desaprovação por BBB auhauha

  10. 10 @lygialee14 06/03/2011 às 6:43 pm

    Muito bom meids (:
    Eu comento pouco, mas to sempre lendo seu blog. Concordo totalmente com o que falou, se o povo nao ajudar, nao haverá melhoras, então é mais do “para de reclamar, e faz alguma coisa pra melhorar”

    continue assim (: bom carnaval riri

  11. 11 Kauane Mello 06/03/2011 às 6:43 pm

    “A premissa dos cults era clara: você devia ser chato, viver à base de café, idolatrar coisas antigas (sempre se baseando na ideia de que você nasceu na época errada, pois cults nunca estão contentes com a atualidade), achar que só você no mundo inteiro sabe apreciar arte e, principalmente, ser inteligente.”

    Tirando a parte do ‘achar que só você no mundo inteiro sabe apreciar arte’, é muito EU. dhdiuashdaiuhdiau

    Adorei o post Meids, realmente, muito bom! Congrats.

    :*

  12. 12 Amanda 06/03/2011 às 6:43 pm

    concordo inteiramente com o ultimo paragrafo U_U

  13. 13 Amanda 06/03/2011 às 6:44 pm

    e eu simplesmente ODEIO esse povo que só sabe falar mal do Brasil, fala mas não faz nada pra mudar coisa alguma

  14. 14 @mariaclaara 06/03/2011 às 6:45 pm

    adorei, almeida, superconcordo !

  15. 15 @AlineLima12 06/03/2011 às 6:49 pm

    pq essa gente faz tanta questão de ser ”primeira” …
    primeiro se mostram pra depois ler o conteúdo …

    BOM, vamos ao que interessa, gurizinho, vc ta de parabéns, adorei seu post, me fez questionar muita coisa em mim, até pq eu sou chata, e acho que nasci na época errada já que adoro coisas antigas … ASUHHUHUS

    Mas adoro seu jeito de expressar as coisas …

    bom carnaval (se fosse possível carvaval ser bom)

  16. 16 João Vitor 06/03/2011 às 6:52 pm

    “O que ocorre é que no século XXI, com esse tal de livre arbítrio (bons tempos eram os que quem falasse merda ia pro pau-de-arara) pessoas cujo QI é tão baixo que chega a ofender a raça humana se consideram cults. Os pseudo-cults.”

    Isso não é livre arbítrio, é liberdade de expressão.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Freedom_of_speech
    http://en.wikipedia.org/wiki/Free_will

  17. 17 coisachata 06/03/2011 às 6:56 pm

    Porque todo mundo se preocupa tanto em ser o ‘first’ ?

  18. 18 @ericaiscoollike 06/03/2011 às 7:00 pm

    GENTTT, TENHO UMA DÚVIDA: QUAL A FELICIDADE DE COMENTAR “PRIMEIRO” PRA SÓ DEPOIS LER O POST?

  19. 19 @Grasiie 06/03/2011 às 7:00 pm

    Teus posts estão cada vez melhores, parabéns Meids é sempre bom vir aqui e parar pra ler. (:

  20. 20 yasmin 06/03/2011 às 11:44 pm

    eu simplesmente ODEIO esse povo que só sabe falar mal do Brasil, fala mas não faz nada pra mudar coisa alguma +1

    Brasil é um dos países mais maravilhindos que existe.

    (e quem fica disputando “first”, cai morto aí pf)

  21. 21 @usernameidiota 06/03/2011 às 11:44 pm

    Essas coisas andam irritando, principalmente no twitter, esses dias a moda foi odiar o carnaval, mas as pessoas nem tem motivo para odiar e elas ficam falando que odeiam o tempo todo, parece que é só para mostrar uma para as outras que estão na moda pois odeiam o carnaval, é uma porra.
    E quanto as bandas, eu sou super a favor delas virarem modinhas. Tipo, se a banda não vira modinha não tem shows e é fato. Esteban não é modinha e nunca rola show dele aqui perto da onde eu moro, já Fresno é mais popular, então tem pelo menos 2 shows por ano. Fora que a banda não ganhando dinheiro ela acaba, como você disse.

    Ah, tenta colocar o negócio de dinheiro de novo e volta a postar mais. AMEI a postagem.

  22. 22 @usernameidiota 06/03/2011 às 11:45 pm

    Ah, o Brasil é um país bom, mas devia ser menos quente.

  23. 23 Mayra 06/03/2011 às 11:52 pm

    Olha… Eu discordo sobre o bbb, porque eu realmente nunca encontrei um motivo plausível para alguém gastar dinheiro votando naquilo, ou perder tempo assistindo aquilo. Ver seriados pode não acrescentar nada ao cérebro, mas pelo menos você tem a sensação de que seu tempo não foi gasto em vão.
    Quanto ao Brasil, concordo plenamente. As pessoas parece que nascem pra achar o Brasil uma droga e querem logo ir morar nos EUA ou Europa, mas a verdade é que não importa onde você more, uma vez brasileiro, sempre brasileiro, além disso a maioria das pessoas de outros países que vem para cá, adoram o país e querem voltar aqui várias vezes, então realmente é um absurdo que as pessoas daqui odeiem o lugar em que vivem.
    Quanto a essa coisa de fazer sucesso, realmente é verdade! E é ridículo isso, mas é como que fruto do egoísmo humano. Você gosta tanto de tal coisa que se sente puta da cara quando vê aquela pessoa que você ODEIA dizendo que gosta da mesma coisa que você.
    E quanto aos cults, nem sabia que cult significava isso aí! Descobri que conheço várias pessoas cults e até talvez eu seja uma também, tirando que nào gosto muito de café…
    Mas os pseudo cults? Esses têm de monte! Gente que nunca parou pra ler um Shakeaspere e acha que entende de literatura, que nunca estudou e acha inútil, que não entende porque 2+2=4 e acha matemática/física as matérias mais inúteis ever. Mas acho que o fato de existir gente assim é apenas um reflexo da sociedade que nós criamos, afinal se hoje em dia centenas de crianças pensam da mesma forma, a culpa é nossa por deixarmos elas fazerem isso, por deixarmos elas passarem o dia inteiro se idiotizando na frente de uma televisão ou um computador e é por coisas assim que o mundo não vai pra frente e está cada vez pior.
    Bom post Meids e não desista do teu blog só pq ele não te dá mais dinheiro. Beijos!

  24. 24 Lorena 06/03/2011 às 11:57 pm

    NUNCA li um texto que eu falava ” caralho, é isso mesmo, isso mesmo!”em cada linha como esse.
    Na moral, tenho muuita raiva da pessoa que muda totalmente pq algum vlog, por exemplo, humilhou o jeito que ele seguia.Simplesmente n podemos mudar pelos outros.
    E a raivinha dos que falam do Brasil? ”Ah vou morar nos EUA pq o Brasil é muito atrasado” Vai neguin,mas n volta ok? O Brasil tem o melhor verão, as melhores pessoas… vc quase nunca ve por ai uma pessoa deprimida brasileira pronta pra assassinar alg.

    Mandou muuito meids

  25. 25 @juliananasi 06/03/2011 às 11:57 pm

    Amei o post. Concordo com tudo!

  26. 26 @bruunamd_ 07/03/2011 às 1:18 am

    acho que esse foi um dos teus melhores posts, sério mesmo

  27. 27 marina p. 07/03/2011 às 2:55 am

    Só esqueceu de falar das bandas indies, Meids. Por mais que algumas delas sejam realmente boas, parece que os chamados “pseudo-cults” atacam as mais desconhecidas e bizarras que encontram, e quando esta começa a fazer sucesso (contando que para uma banda indie, o mínimo de reconhecimento já é muito) eles trocam para outra ainda mais… sem graça -sem querer ofender quem gosta desse estilo de música, mas foi o único adjetivo que consegui pensa no momento. Enfim, só quero ver qual vai ser o próximo “movimento”; espero que não seja nada relacionado à gostar de Aviões do Forró e vive à base de cerveja.

  28. 28 Sara 07/03/2011 às 2:57 am

    Eu disse no Twitter e vou dizer aqui que: Eu não consigo dizer nada.
    Tá incrível!
    A verdade sendo cuspida na nossa cara.

  29. 29 Renato 07/03/2011 às 3:03 am

    Excelente seu post! Parabéns, argumentou muito bem! Só uma correção: no penúltimo parágrafo você escreveu eminente, mas o certo é iminente, eminente significa outra coisa.
    Abraços

  30. 30 @ericaiscoollike 07/03/2011 às 3:30 am

    Não é porque uma pessoa gosta de café, ouve bandas indies e não gosta de BBB que ela é cult. A sociedade pegou uma mania de juntar as caracteristcas das pessoas e dar um nome (cults, emos, góticos, coloridos e qualquer outro grupo de pessoas que todos no mundo, pelo menos uma vez na vida, já criticou). O mesmo acontece com qualquer outro “movimento” sendo que a maioria das pessoas do dito “movimenteo” não tem pretenção nenhuma de ser, de fato do “movimento”.
    Eu acho que os ~~cults~~ são pessoas interessantes, conheço vários e nem todos odeiam o Brasil e se eles não gostam daqui é porque o Brasil não se encaixa na personalidade deles. Em relação aos seriados, é uma questão de gosto. Há quem goste de Big Brother, como há quem goste de seriados, ué.
    A parte das bandas virarem modinha eu concordo, depois ficam reclamando “a o Brasil é o fim do mundo, minha banda favorita nunca vem pra cá nas turnês”. Dai tu pergunta qual é a banda favorita e a pessoa fala uma banda que só ela e a mãe dos caras da banda escutam.

    Fiz um comentario decente agora falando/defendendo os “cults”, antes eu tava sem tempo. De qualquer forma é isso.
    Pra MIM eles são pessoas muito legais de conversar, gente com conteúdo. Claro que eles tem alguns defeitos como os que o Almeida apontou no post, mas qualquer “grupo” tem.
    E CAFÉ É FONTE DE VIDA GENTE, SÉRIO. ((:


    AINDA QUERO QUE ALGUEM ME EXPLIQUE O PORQUE DE COMENTAR ANTES DE LER O TEXTO. QUEM SOUBER A RESPOSTA POR FAVOR ME INFORME NO TWITTER VIU? OBRIGADA PELA ATENÇÃO.

  31. 31 @liv_lino 07/03/2011 às 4:22 am

    bom, já pensaram se esse sentimento crítico, por motivos certos e nos momentos certos, pode ajudar as pessoas a não terem um pensamento alienado? a não seguirem a massa?? claro que isso não se aplica a odiar o Brasil, por exemplo…

    concordando com a érica ai de cima, eu realmente acho os cults uma ótima companhia por terem conteúdo… eles têm uma variedade de assuntos imensa e são muito agradáveis de uma forma geral!(isso inclui a própria érica ;)sem contar que sempre aprendem coisas novas, oq só ajuda!!

  32. 32 @ericaiscoollike 07/03/2011 às 4:34 am

    Não liguem pra olivia ((:

  33. 33 fmattosa 07/03/2011 às 7:05 am

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    que o Brasil é uma merda por que Restart e Chiclete Com Banana fazem sucesso. >> verdade!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Nosso trabalho é tentar mudar essa mentalidade o quanto antes, formar opiniões próprias e criar senso crítico, se não terminaremos fazendo parte de um grande estigma sem sentido. >> pareceu propaganda politica revolucionária u-u

  34. 34 fmattosa 07/03/2011 às 7:06 am

    Ai, eu gostava do Aumeida, mas agora que o blog dele é visitado, tá escroto u-u
    AHSHAHSSAHHSAHS, brincadeirinha, claro, hihi *-*
    Ah, muito bom o post Almeida;

  35. 35 Clara 07/03/2011 às 3:43 pm

    Eu acabei de receber uma Canadense na minha casa e, caaaaaara, você não tem noção do quanto ela amou o Brasil.
    Ela já foi pra Itália, EUA, Paris e Inglaterra (humilde, pf), mas falou que só aqui no Brasil que a gente abraça uma pessoa que a gente nem conhece como se fossemos amigos a muito tempo.
    E a respeito do treco de “Quando as pessoas se dão bem”, eu lembrei do McFLY e o Above The Noise. Tudo bem, é diferente do que eles faziam, mas imagina que você é um cantor e sua música não faz tanto sucesso assim, você vai ver que tem alguma coisa errada e vai tentar mudar. E essa mudança pode ser positiva ou negativa (milhões de bandas ai que tentaram mudar e se fuderam, néam). Eles mudaram e tão felizes e ganhando dinheiro com isso. Fim. Ficar reclamando e de mimimi por ai não vai mudar nada.
    Eu amo o Brasil, eu adoro a cultura daqui. Mas, exatamente como você falou, um país só cresce quando o povo quer que ele cresça, e o povo só quer que ele cresça quando sente orgulho. E o foda é que uma grande parte do povo daqui reclama e fica com a bunda colada na cadeira, sem fazer nada.
    Falei demais, he.
    Bom post, Meids 🙂

  36. 36 E.L.D 07/03/2011 às 4:10 pm

    O que vc pretende fazer pra pagar o domínio a partir de agora?

  37. 37 E.L.D 07/03/2011 às 4:13 pm

    “Essas pessoas precisam manter em mente uma coisa muito simples – não é por que você gosta de uma banda, que ela é só sua.”

    Ainda não consigo entender de onde esse povinho tira essa ideologia. Não é a toa que todo vlogger novo que aparece é considerado uma cópia do PC.

  38. 38 marina p. 07/03/2011 às 4:36 pm

    Tive que voltar aqui pra dizer algo que tinha esquecido. O post tá ótimo, de verdade, MAS CAFÉ É MESMO FONTE DE VIDA, MEIDS! Por mais que esse seja o maior alvo dos cults, não dá pra falar mal do café, só isso.

  39. 39 Thereza F. 07/03/2011 às 8:56 pm

    Nossa, curti muito o post *-*
    Bom, Big Brother… Big Brother pra mim é inútil. Se eu quiser ver um monte de gente brigando/se pegando/falando merda, vou para a frente da minha casa. Ou pro bar aqui atrás.
    Eu falava muito mal quando morava no Brasil. Que era uma merda, que não prestava, que assim que eu fizesse 18 anos ia embora para um lugar em que não tivesse um raio de Sol (acho que deu pra perceber que gosto de frio K). Pois bem. Meus pais se mudaram para a África, e eu vim junto. Acho que NUNCA senti tanta falta da minha cidade pequena do interior, do vento batendo no rosto… Do Brasil em si. De achar, por um exemplo, um salão que soubesse cortar meu cabelo (eu até cortei, mas prefiro não falar sobre isso ç.ç).
    Quando as pessoas se dão bem… Ah, quando as pessoas se dão bem! A grande maioria não gosta. Inveja? Ciúmes? Sentimentos ainda não explicados pelo homem? Não sei. Mas é interessante ver alguém que você gosta muito crescer e se dar bem. É meio que… Gratificante. Ao menos pra mim.
    Eu não me considero cult, muito menos pseudo cult. Mas que eu amo coisas antigas (ah, The Beatles!) e café, isso eu amo.
    Mas, enfim, ótimo post, Meids ;D

  40. 40 Kaique 07/03/2011 às 10:23 pm

    curti o post ;D

  41. 41 Mariana 07/03/2011 às 10:36 pm

    Ah cara, mais uma vez concordando com praticamente tudo o que você falou.

    Bem, eu quero morar fora do Brasil no futuro, mas nunca vou hesitar em dizer que sou brasileira. Tenho ódio desss gringos que chegam dizendo que Brasil é só putaria, gente burra e essas coisas.
    E cara… eu não gosto mesmo de Big Brother nem de série nenhuma. Eu realmente dispenso a TV, exceto pra assistir CQC.

    E eu ainda não consegui entender esse pessoal que fica dizendo que “coisa tal tá chato agora que fez sucesso”. Quando eu encontro alguém que curte uma mesma banda que eu, eu fico é feliz. Principalmente quando esse alguém é minha mãe. UHAHUDHSFHGUSG

    O NC não tá uma merda, só melhora a cada post 🙂

    Enfim, só quero ver qual vai ser o próximo “movimento”; espero que não seja nada relacionado à gostar de Aviões do Forró e vive à base de cerveja. +1

  42. 42 Caio 08/03/2011 às 2:36 am

    é sem duvida uma reflexão e tanto sobre o pensamento da população, só pecou em falar do café… adoro o que você escrevel aUmeida, mas também gosto muito do meu café de baunilha frio todo dia de manhã

  43. 43 Almeida 08/03/2011 às 4:36 pm

    TENHO UMA LEITORA DIRETAMENTE DA ÁFRICA

  44. 44 @BerGomel 08/03/2011 às 7:39 pm

    almeida vai aprender a usar a crase caralho!!

    À = A (artigo) + A (preprosição)

    pra saber se leva crase ou nao voce coloca a palavra que vem depois no masculino; se voce substituiria por AO voce coloca crase, se não, nao (: e lembrando

  45. 45 @BerGomel 08/03/2011 às 7:39 pm

    almeida vai aprender a usar a crase caralho!!

    À = A (artigo) + A (preprosição)

    pra saber se leva crase ou nao voce coloca a palavra que vem depois no masculino; se voce substituiria por AO voce coloca crase, se não, nao (: e lembrando

  46. 46 Lorena 08/03/2011 às 10:20 pm

    Nossa Almeida, nem fala nessa história de falar mal do Brasil… quando eu morava no Rio falava que não gostava porque só tinha gente pagodeira e favelada por lá. Pois bem, vim fazer intercâmbio nos states e acabei ficando pra fazer facul… e, sinceramente, los angeles é uma merda e eu não aguento mais aqui. no Rio todo mundo é receptivo e educado, sem contar que meus amigos de lá nem ouviam pagode ou eram favelados (eu morava na barra, dificil achar gente ouvindo pagode por lá) e agora faria tudo pra estar de volta à aquelas praias lindas, aquelas pessoas comunicativas… saudade da minha família, saudade de dar 2 beijos na bochecha de alguém que você nem conhece por gesto de educação (quando foram me apresentar as pessoas por aqui e eu fiz isso me olharam com cara feia ‘-‘) saudade das praias, saudade da zona que fica as ruas no carnaval…agora vejo que a gente só dá valor as coisas quando perde, não tem jeito.

  47. 47 carol guerch 08/03/2011 às 11:26 pm

    de boa, tu falou tudo almeids, sempre fala 😉

    parabéns e continua assim *-*

  48. 48 Mariana 09/03/2011 às 3:03 am

    Gente, a função “comentar” serve exatamente pra você falar sobre o texto, COMENTAR, discutir, dar sua opinião. Não faz sentido você postar um comentário sobre um post antes de lê-lo.

  49. 49 Kaique 09/03/2011 às 7:57 am

    Almeida oque achou da Talula ter saido do BBB ?

  50. 50 Thereza F. 09/03/2011 às 3:54 pm

    SIIIM, VOCÊ TEM O/ Apresentarei seu blog para o pessoal daqui -qq

    E, OMG, você respondeu *-*’

  51. 51 Nathy-Chan 09/03/2011 às 4:52 pm

    Almeida fazendo a tia Nathy mudar seus conceitos de novo 😮
    (almeida ser soda)

    Eu acho que eu sou meio cult. Fico em rodinhas fechadas falando das coisas que me incomodam com um grupinho que pensa meio como eu, mas eu tento não ser pseudo-cult, porque acaba meio que sendo quase preconceito, porque é normal não gostar, mas não gostar só porque é modinha é sinal que você não conhece.

    Não gosto de Big Brother porque eu não tenho paciencia pra televisão, eu tenho um tumblr e um twitter pra ocupar minhas noites =D
    Depois desse seu post e depois de lembrar daquele outro que você colocou o link eu passei a admirar um pouco mais o Brasil, mas que eu ainda tenho vontade de morar fora é fato.
    Agora, parar de gostar porque virou modinha é foda mesmo, porque o problema são sempre os posers, e tudo que faz um pouco de sucesso terá posers, e são eles que fazem virar modinha.
    Porque ser fão de uma banda não é conhecer tres músiquinhas deles e sei lá, sair se achando fã…

    E eu acho que seu blog não decaiu não Meids, pelo contrário, é quase palpável a evolução dos seus textos…

    Eu acho que eu me empolguei nesse comment, você leu tudo?
    bjs

  52. 52 Nathy-Chan 09/03/2011 às 4:53 pm

    Isso tem tamanho de post quase -o- prometo que não faço mais isso Meids

  53. 53 @FhaSBS 09/03/2011 às 5:51 pm

    Uma palavra : magnifico .
    E todas as palavras que se pareçam com essa .
    Almeida , seus textos são engraçados e instrutivos , isso é ÓTIMO *-*
    Nunca vi alguem descrever tão bem essa situação (:

  54. 54 Jaque 11/03/2011 às 3:01 am

    Nossa, você não tem ideia do quanto me irrita esse povinho ~cult~.
    Não gostar de algo que está na moda não é um jeito de ser influenciado por ela? Pois é.

    Beijinhos!

  55. 56 @leek4 12/03/2011 às 10:15 pm

    adorei, Almeida.
    super concordo com esse lance de todo mundo odiar o Brasil.
    nossa país é maravilhoso, mas muita gente não vê isso e insiste em ‘odiar o lugar’.
    aaf, Amo o Brasil. o/

  56. 57 Sami 13/03/2011 às 12:20 am

    Ficou bom seu texto, aalmeida
    Mas a parte do BBB.. Tipo, não sei o que tem de útil nele, ainda mais aquelas pessoas que ficam ligando adoidadamente pra votar em alguém e blablabla, tipo, WTF. mas enfim, fora isso, concordo com o que tu escreveu (:

  57. 58 Thaai 13/03/2011 às 8:05 pm

    Qualé Meids, Chiclete com Banana é cult u_u’ -NNNNN. Hahahahahaha, só no carnaval né quando você esta hiper bebado e mal consegue diferenciar a cor laranja com vermelho. Você não é um pseudo-cult, pelo menos consegue dar uma explicação coerente. Poax, tava com saudade do teu blog.

  58. 59 Amanda 19/03/2011 às 12:28 am

    “Acreditem, se isso fosse verdade eu seria o primeiro a avisar.”
    wow, você foi totalmente contraditório ao tema do seu post Almeida, você não é o dono da verdade e nem o pic* das galáxias pra dizer se algo vale a pena ser assistido ou não!
    Não, você não pode voar, amigo.

  59. 60 @beeislost 20/03/2011 às 12:03 am

    Concordo com o post, principalmente com a parte sobre o Brasil.
    Pior que os pseudo-cults, foi quando surgiu a massa “sou anticult porque cult é modinha e eu sou alternativo”, daí todo mundo que supostamente era fã de café, frio e beatles, virou hater de café, frio e beatles pq a moda era não se enquadrar. Quero ver quando a “moda” for respirar, o que os não-quero-me-enquadrar vão fazer, rs.

    Ps. Cresci ouvindo Beatles, amo meu país e tenho intolerância à cafeína em excesso.

  60. 61 Mirielle 17/04/2011 às 9:12 pm

    Pra mim, um dos seus melhores posts.

  61. 62 Alex Gama 10/05/2011 às 5:36 pm

    Falou tudo.. Ótimo post, como sempre né ;D

  62. 63 @gabwestfall 15/12/2011 às 8:50 pm

    A palavra “colifórnio” não existe.
    Imagino que a intenção era “coliforme”. (:

  63. 64 Iria 28/12/2012 às 10:19 pm

    Gostei muito do texto, concordo com a maioria das coisas que você disse, mas confesso que quase parei de ler quando:
    “O que ocorre é que no século XXI, com esse tal de livre arbítrio (bons tempos eram os que quem falasse merda ia pro pau-de-arara) pessoas cujo QI é tão baixo que chega a ofender a raça humana se consideram cults.”
    Quer dizer… Você prefere a ditadura à liberdade de expressão? Só estou perguntando mesmo, as vezes eu entendi errado. Porque né, sem a liberdade de expressão você provavelmente não poderia ter esse blog e nem sua liberdade de expressão (oh!!!).

  64. 65 Almeida 28/12/2012 às 11:06 pm

    sou contra a ditadura, mas a favor do cerceamento da liberdade de expressão. Foi só uma brincadeirinha mesmo.

    Explico melhor esse ponto aqui – http://nerdcalculista.com/?p=2886

  65. 66 Thiago 29/12/2012 às 4:15 am

    Belo texto, como vem sendo a regra.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 654,601 visitas

%d blogueiros gostam disto: