Sleeping to dream about it.

Então cambada, ontem foi o show do Jason. Não tem muito o que falar do show, por que não teve tantas aventuras como o show do KISS ou do McFly. Eu cheguei lá às 19:30, e não tinha praticamente ninguém na fila, só minha amiga, umas meninas, e um gordinho extremamente gay que gritou “OH MAI GOSH, EU VOU VER O JASON, AAAAAAAH!” umas 15 vezes.

Na real, a vontade de todos ali era gritar exatamente a mesma coisa, só que em um tom menos homosexual, de preferência.

É completamente surreal a sensação de estar num lugar onde todos compartilham a mesma inexplicável admiração que você. Principalmente pra mim, que conheci o Jason numa época que nem todos os fãs brasileiros juntos lotariam metade do Vivo Rio.

Depois de meia hora na fila, abriram os portões e o gayzinho gritou mais uma vez, “OH MY GOOOOSH, É AGORA, JASOOOOOON!!!!!!” enquanto eu, meu irmão e Desirée – amiga minha que me acompanhou no show – ríamos histericamente dele.

Meu irmão tava entrando só pra ser meu responsável, por que o Vivo Rio é filho da puta o suficiente pra só permitir que pessoas acima de 16 anos entrem sozinhas. Ele pegou um livro da Agatha Cristie e nem chegou a olhar pra qualquer uma das bandas. Ficou no hall da entrada do Vivo Rio, sentado no chão, bebendo coca cola e lendo. Parecia uma criança.

Depois de um considerável tempo de espera, entrou o Tiago Iorc pra um show que foi maior do que deveria ser.

Não que o Tiago seja ruim, só que ele também não é bom. As musicas dele não começam. Qualquer música normal começa lenta, vai aumentando o ritmo e no refrão estoura. SÓ QUE NINGUÉM AVISOU ISSO PRA ELE. Elas começam lentas, continuam lentas, o refrão CONTINUA LENTO, a música acaba, começa outra e você nem percebe! Ouvir isso às 22:00 depois de um dia cansativo como o meu – calor de 35º na cabeça, prova de matemática e expectativa pro melhor show da vida – é praticamente uma canção de ninar.

Só não dormi por que eu fiquei CAGANDO TIJOLOS de tanto rir do baixista dele. O cara simplesmente não conseguia parar de sorrir e balançar a cabeça. Parecia que ele tinha fumado alguma coisa e ficou doidão balançando a cabeça o tempo todo.

E aí eu percebi que fui muito cruel ao dizer que o Tiago é chato. Quando acabou o show dele ele falou “fiquem agora com Tiê”. Puta que pariu. PUTA QUE PARIU.

Eu só não vaiei a moça por que ela foi muito fofinha. “Oi gente, eu não sou o Jason, mas vou tocar 4 musiquinhas aqui”. Ela pega um violão e começa a cantar

Como um brotinho de feijão foi que um dia eu nasci,
Despertei cai no chão e com as flores cresci.
Quando mamãe olhou pra mim, ela foi e pensou
Que um nome de passarinho me encheria de amor
Mas passarinho se não bate a asa logo pia
Eu que tinha um nome diferente já quis ser Maria!

PORRA! Essa é a letra inteira da música. Sim, ela não tem refrão, nem estrofe um ou estrofe dois, é só isso aí.

Uma característica gritante do show do Jason foi o fato de SÓ TER ADULTO NAQUELA PORRA. Todo lugar que você olhava tinha um monte de adulto dançando todo desengonçado pra não machucar as costas e ficar o resto do mês preso à uma cama. E tinha umas minas muito gatas. Fico me perguntando onde elas se escondem, por que aqui em Ramos, perto do PISCINÃO DE RAMOS, não tem UMA MINA DESSAS.

Depois de se comparar a um brotinho de feijão, a menina tocou um cover de Balão Mágico. WHO THE HELL toca um cover de BALÃO MÁGICO?!

Aí. O silêncio. As luzes apagam. PUTA QUE PARIU, P-P-P-P-

PUUUTA QUE PARIU.

Depois de 4 anos de espera, tanta divulgação, adoração, trabalho, finalmente o Jason Mraz tava no mesmo cômodo que eu, na minha frente! Caralho!

Ele abriu o show com You And I Both, que puta que me pariu, foi a segunda música que eu ouvi dele. Sério, essa foi uma das músicas que meu irmão me proibiu de ouvir, por que eu ouvi tanto, mas TANTO que ele acabava por cantarolar ela, inconscientemente. E ele ainda tocou ela acústica, que é um milhão de vezes mais linda!

Foi indescrítivel. Não dava pra acreditar que depois de tudo que eu passei, o Jason FINALMENTE TAVA NA MINHA FRENTE, cantando uma das minhas músicas preferidas!

Minha vida já tá pronta. Eu já não tenho mais nenhuma ambição, se eu morrer agora, eu vou morrer extremamente feliz. Qualquer coisa que venha a mais é lucro.

Nem nos meus sonhos mais bizonhos o Jason tocava You And I Both na minha frente e completava ela com um “BOA NOITE, RIO!” e mais tarde um “CANTA COMIGO!”.

Chato foi que a turnê é do We Sing. We Dance. We Steal Things., então, a maioria das músicas foram desse cd, e eu não aguento mais ouvir esse CD. Sério, foi o que eu menos gostei dele. Procês terem noção – I’m Yours é uma das músicas que eu menos gosto do Jason. Ele tocou ela pela primeira vez em 2004, eu sempre a ouvi, e sempre achei ela bem fraquinha.

Sou completamente o oposto dessa modinha que se criou por cima dele.

Foi bem tosco quando ele tocou I’m Yours e TODO MUNDO cantou em coro. Dai ele cantou Sleep All Day, que é uma música de um CD antigo, e praticamente ninguém sabia a letra. Tipo, ninguém. Mesmo.

Sem contar que o Jason estragou The Remedy. Ele pegou uma música rápida, divertida e foda, e fez uma versão REGGAE. Quem em SÃ CONSCIÊNCIA faz uma versão REGGAE de uma música?

Não deu muito gosto de ouvir, mas cantei e gritei do mesmo jeito. Era reggae, mas ainda era o Jason.

O Vivo Rio foi consideravelmente bem. Só teve alguns problemas de microfonia. Toda vez que o Jason se empolgava e soltava um daqueles gritos fenomenais de uma hora e meia que ele solta, dava microfonia e era como se fosse um tiro. Fazia um silêncio, ele olhava pro Toca – o cara que toca tambor na banda desde os tempos mais remotos do Jason – com uma cara de decepção, e continua a música.

E um dos tambores do Toca parou de funcionar no meio de uma música. Desirée virou pra mim e falou “o Toca tá PUTO”. Fiquei com deveras medo dele nesse momento. Ele tentou arrumar no meio da música, mas não deu certo e um cara lá da equipe teve que se meter.

No final ele tirou foto polaroid de todos os membros da banda e jogou todas as fotos no camarote e na pista vip, é. Nós que somos humildes e nos fodemos na pista normal não ganhamos nada.

O show terminou épicamente com Butterfly e todo mundo ficou com gosto de quero mais. Saí de lá abobado. Meu sonho tinha acabado de ser realizado e eu simplesmente não conseguia expressar qualquer coisa.

Pessoal de São Paulo que falou que não valia a pena ir no show do Jason – vão se foder. O Jason é o mais próximo que alguém pode chegar de Deus, o show daí foi ruim por que a Sandy não consegue decorar dois versos em inglês e a equipe de som do About Us foi uma merda.

Tenso foi chegar em casa e ver que o Jason não fez um comentário sobre o show no twitter. Pra ele, foi só mais um show. Completamente impessoal. Ele só imitou o DVD. Mas pra mim, e pra algumas pessoas na platéia, foram os melhores momentos de nossas vidas.

But it’s nice to say that we played in the dirt, oh dear
Cause here, here we are
Here we are
We’re still here
And it’s a beautiful mess, yes it is
It’s like taking a guess when the only answer is yes

Anúncios

30 Responses to “Sleeping to dream about it.”


  1. 1 afonfo 28/11/2009 às 1:28 am

    metallica vey, metallica.

    Primeiraço só pra comprovar.

  2. 2 Bruna 28/11/2009 às 1:29 am

    Ver um ídolo de perto não tem comparação, né? Fico feliz por você. 🙂

  3. 3 vicks 28/11/2009 às 1:29 am

    liindo *—* aah cara mina mãe lembra de você quando vê coisas sobre ele 😀

  4. 4 marina :D 28/11/2009 às 1:31 am

    um dia eu ei de gritar: “OH MAI GOSH, EU VOU VER O ALMEIDA, AAAAAAAH!”

  5. 5 Almeida 28/11/2009 às 1:32 am

    Exagerei nos palavrões, mas só assim consegui mostrar a intensidade D:

  6. 6 me_x7 28/11/2009 às 1:36 am

    que bonitinho *-*
    jahfsaj hfaj
    só tem puta que pariu nesse poste ksjhflahskfha

  7. 7 rafael souza 28/11/2009 às 1:40 am

    fiquei feliz por você, leio o nerd calculista desde o início e vi um post no inicio sobre o jason, e quem diria, você conseguiu realiza-lo ontem 😀

  8. 8 @taiiii 28/11/2009 às 1:40 am

    Putz, Jason! *—-* Pena que minha cidade é tão fim de mundo que ele nunca virá fazer show por aqui.

  9. 9 @AllAboutLuuh 28/11/2009 às 1:48 am

    FOI EXATAMENTE IGUAL AO DE PORTO ALEGRE D: tipo, ele tirou as fotos de todo mundo e tocou pra pessoas da pista, eu que tava no mezanino fiquei só sonhando com elas mesmo ;-;

  10. 10 Yasmin 28/11/2009 às 1:49 am

    uma palavra: AMAZING!!! Parabéns, realizou o seu sonho!! *-*

  11. 11 débora 28/11/2009 às 2:01 am

    Yey, parabéns por realizar o sonho… Pena que ele não comentou nada sobre o show D:

  12. 12 Priscila 28/11/2009 às 2:18 am

    Também fui ao show e foi foda. Concordo com vc em cada frase, cara!
    Por mais que sejamos fãs, e ele estar ali é perfeito e ponto, emsmo q ele fique calado, o show foi bem impessoal. Foi o DVD só que visto alive. Ele estava alí trabalhando e só. Não o achei a vontade, sei la… achei que ele fosse mais “dado”.

    EU SABIA SLEEP ALL DAY, foi a primeira musica q conheci dele praticamente. E chorei A LOT!
    E pra mim, Coyotes foi uma das melhores! Foda mil vezes!

    ps: oq era o baixista do Tiago Iorc!? ahahhah ele tava exatamente na minha frente! foi demais!

    E ah! ele nao jogou nenhuma foto pra pista vip =T A primeira foi direto pra Dani Suzuki, alias…

    Beijoo
    =** adorei oq escreveu! nao to sozinah nas minhas opinioes!

  13. 13 Yuri 28/11/2009 às 2:22 am

    Principalmente pra mim, que conheci o Jason numa época que nem todos os fãs brasileiros juntos lotariam metade do Vivo Rio. [2] 2007, okok.

    E TIPO, QUATRO ANOS? COMOFAS, VOCÊ CONHECEU O JASON ANO PASSADO DDDD: MENTIROSO KKKKKK

    E na moral, Tiago Iorc é FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODAA *-*

    Cara, nem eu tinha percebido O QUÃO VELHA I’m Yours era D:

    Aiai, acho que o Jason não gostou dos cariocas ein :/

  14. 14 Almeida 28/11/2009 às 1:43 pm

    @Yuri

    foi no início do ano retrasado, rapaz o_O
    e o Jason não gostou muito dos brasileiros em geral. Sei lá, ele foi completamente impessoal com a gente. 😦

  15. 15 @paulinha_senra 28/11/2009 às 1:55 pm

    own cara,fiquei emocionada lendo ou .
    você falando da emoção que você sentiu na hora do show, e me veio um dejavú do show do mcfly *0*’
    nao tem nada comparado a ver um ídolo de perto *——–*’
    fiquei muito feliz por ti *-*’
    nem preciso comentar que seus posts são perfeitos (:

    AH, e como diria a meninë ali em cima : ”um dia eu ei de gritar: “OH MAI GOSH, EU VOU VER O ALMEIDA, AAAAAAAH!” você vai ver :p

  16. 16 beh 28/11/2009 às 2:42 pm

    OMG, ATÉ ARREPIEI AQUI D: EOIEHHEIHIO QUE PERFEITO CARA *-*

  17. 17 Maria Clara 28/11/2009 às 3:16 pm

    ‘Cause you and I both loved…what you and I spoke of…

    Eu queria ter ido *cry*

  18. 18 AgaGê 28/11/2009 às 6:18 pm

    como eu disse, sem bonde da stronda e garrafadas, foi sem graça.

  19. 19 nella 28/11/2009 às 6:24 pm

    the remedy em reggae deve ter sido estranho ‘-‘
    mas eu ainda estou com inveja de você por ter ido no show do jason, haha.

  20. 20 Almeida 28/11/2009 às 6:42 pm

    @AgaGê

    quando eu tentar ser engraçado, serei.

  21. 21 Yuri 28/11/2009 às 11:17 pm

    fui eu quem te apresentou, e a gente se conheceu em janeiro de 2008, rapaaz q
    e mesmo assim, ainda demorei um tempo pra te apresentar e

    o Jason não gostou muito dos brasileiros em geral. Sei lá, ele foi completamente impessoal com a gente. [2]

    to com muita raiva desse povo que foi. eles deviam ter sido mais dignos, porque ai o Jason teria vontade de voltar. duvido que ele volte tão cedo :/

  22. 22 Marina 29/11/2009 às 1:34 am

    Cara se você realmente gosta do seu ídolo qualquer show que você fizer vai ser perfeito sem falar que nenhum show é EXATAMENTE igual , sempre é especial . Tipo , sempre mesmo .

  23. 23 bruna 29/11/2009 às 10:53 pm

    eu só discordo em relação a the remedy… eu gostei dela em reggae. só o refrao que irritou um pouco

  24. 24 claire 30/11/2009 às 12:34 am

    velho, sou fã do teu irmão. HAUHAUAHAUHAUA

  25. 25 Bárbara 30/11/2009 às 5:21 pm

    velho, sou fã do teu irmão. HAUHAUAHAUHAUA 2

  26. 26 Mona 01/12/2009 às 3:34 am

    Cara, concordo com muita coisa, discordo de algumas. Realmente tosco ver quanta gente lá só sabia “I’m yours” e “Lucky”. Ao menos nós sabemos cantar Lucky melhor que a pobre Tiê, que errou algumas partes, coitada. Mas não julgue ela assim! Ela é uma fofa, talvez essa gravidez a esteja afetando musicalmente… o bebê devia estar bem ninado dentro daquela barriga. rs

    Senti falta das músicas mais antigas também, faltaram algumas fodáaasticas. Mas “The Remedy” versão reggae ficou maneiríssima cara, ela é boa de qualquer jeito.

    Confesso que fiquei mega decepcionada com os humildes e quase despercebidos comentários sobre o Rio no Twitter. Parece mesmo que foi só mais um show pra ele.. e a gente aqui (pelo menos eu) ingenuamente achando que ele ia se apaixonar pelo Rio assim como nós somos por ele.. fazer o que?
    Mas tudo bem, ele continua sendo o Jason, perfeito do jeito que é e se rolarem 17.653 shows do cara eu vou em todos eles.

    Parabéns pela “resenha”, mega engraçada.

  27. 27 Desi 03/12/2009 às 11:31 pm

    eu vou começar um fã clube pro irmão do guilherme haha *-* sem ele nada disso aconteceria <333' mas eu fiuqie com pena do amigo quando eu olhei pro lado e não o vi mais, aquela menina que o explusou me deixou surda ;s
    cara eu posso dizer: GOOOOSH, EU VI O ALMEIDA E O JASON, J-U-N-T-O-S ! (no mesmo dia .-.) uhaugaugauga q

  28. 28 isaac 06/12/2009 às 12:27 pm

    cara me adds nu msn ai? sou muito seu fãn pelas coisas que vc escreve e como escreve.
    tem estilo.
    add la pra gente levar um papo legal :/
    porfavor?
    até mais brigado pela atenção
    e continue assim.
    cara eu nu deixo de ler seu blog toda semana
    msn: isaac.fogo10@hotmail.com

  29. 29 @carolinavik 26/12/2009 às 12:43 am

    O SHOW FOI MTO FOOFO *———*
    Não entendi oq era aquela tal de tiê :B
    ela ainda errou a letra cantando LUCKY. COMOFAS?

    O show foi perfeitãão caran ^^
    pena que ele não curtiu mto os carioocas +1

  30. 30 Laura 10/01/2010 às 4:17 am

    Jason rulez, realmente o cara mais foda! s2


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 652,691 visitas

%d blogueiros gostam disto: