Please, kiss my ass. Thanks.

Eu poderia usar a desculpa extremamente falha de que larguei o blog de mão a ponto do wordpress desconectar meu cookie por causa do carnaval, mas como qualquer mongolóide poderia perceber assim que captasse a mensagem que eu tento passar pelo banner do blog, é mentira.

A questão é que eu tava sem saco e assunto para escrever nesse finzinho de mundo que meia dúzia de punheteiros visitam quando ficam sem proteínas no corpo depois de tantas jorradas de leitinho da vida.

O problema é que finalmente a expressão “sem tempo pra respirar” faz sentido. Hoje eu tive o dia TÃO corrido que às vezes que eu parava pra pensar, sentia uma falta de ar dos infernos. Cheguei em casa às 15:00, almocei correndo e fui pro curso de inglês – já falo dele – que era às 15:30. Cê tem noção do que é isso? Chego em casa às 17:00 e lembro que eu tenho um trabalho pra fazer. O trabalho era um vídeo muito fodido que a professora de DOIS meses pra fazer em grupo e ninguém deu a mínima atenção ao trabalho. O foda é que vale grande parte da nota do primeiro bimestre, e eu não aguento mais meu pai enxendo a porra do saco que eu não me esforço no inferno que ele chama de escola. Fiquei quatro horas e meia fazendo o vídeo. Sério, minhas costas estão com ódio de mim por ter vindo atualizar esse blog enquanto elas choram tanto e pedem “filho da puta, vá dormir, tem um ar condicionado esperando por você”.

Então, como vocês sabem, ano passado eu fiz um curso preparatório pra uma prova que eu não passei. O curso era uma merda. Eu era o melhor aluno SEM ESTUDAR e não passei na maldita prova. A questão é que meu pai, um cara ignorante para caralho, fica estressado com os problemas que ele tem no trabalho, e a primeira pessoa a quem ele desaba em gritos é o moleque que não faz bucetas pra ele, que fica o dia inteiro no próprio mundo movido a música e bocejos, ou seja, seu mestre, Almeidão.

Desde que saiu o resultado falho da prova, meus pais ficam repetindo “você vai entrar num curso de inglês” num tom autoritário. Sabe como é, né. Eles querem reforçar que tem autoridade, dai eles pegam coisas como “você vai dobrar a sua cueca” e “você vai tomar banho hoje” e ficam repetindo de modo autoritário, para se sentirem bens consigo mesmos. A questão é que eu já nasci sabendo inglês, cara. Eu sempre fui o melhor da turma sem estudar, passava de ano fácil e coisital. Sem estudar mesmo. Enquanto crianças jogavam bola, eu lia traduções dos Beatles e jogava Chronno Trigger em inglês, o que você esperava?

Então minha força de vontade nunca foi lá muito boa. E os caras se enchiam de prazer em repetir “você vai fazer isso querendo ou não”. E lá foram eles, me inscreveram hoje. Eu fui até de bom humor, ficar no ar condicionado durante uma hora com meu sempre presente MP3? Numa boa, chará.

Dai meu pai chega em casa e me dá esporro. A questão é: Ele me deu esporro por me obrigar a fazer uma coisa que eu não quero fazer. PORRA. Eu normalmente aguento os esporros dele numa boa, sacas, to sempre de bem com a vida e se ele tá putinho, que enfie o dedo no furico e rode. Não vou me estressar com ele. Mas o cara esculhambo, né. Foi uma discussão super temça.

Ele diz que eu não tenho vontade de estudar. Por que é super comum jovens de 14 anos quererem estudar. E o pior, EU ESTUDO. Já cansei de passar dias inteiros estudando, eu passo de ano com méritos SEMPRE, só caio em recuperação paralela quando eu faço uma prova passando mal, ou qualquer motivo que me deixe realmente mal. Nunca recebo reclamações, sempre com o dever em dia, os trabalhos feitos, e vem um gordo estressadinho me xingar de sem futuro? Dizer que eu vou ser gari ou professor de Educação Física? Por favor, vá tomar no olho do seu ânus. Grato.

Anyway, lembram aquela história de eu correr atrás da fêmea até meu allstar rasgar? Poisé, quando eu escrevi aquilo era no sentido literal, meu allstar é novinho e eu realmente ficaria até ele rasgar, e encararia isso como um sinal ou coisa do tipo pra desistir. Mas vamos fingir que foi no sentido figurado, por que agora eu tomei vergonha e desisti da mina. Se tem uma coisa que eu odeio é playsson. Agora imaginem um antro de playsson. Se você joga suco de guaraná no chão, em alguns segundos terão milhares de formigas ali. Imagine playssons na mesma quantidade de formigas em um único lugar: Boate.

Eu já parei de falar com VÁRIAS amigas por que elas começaram a frequentar essas boates, a ter amigos playssons e a não mais que em algumas semanas virar uma cocota da stronda. E, mesmo sabendo de toda essa minha repugnação por tal local, a fêmea marca de ir com as amigas lá. Sério, não bastou ela ter ficado com o cara que eu mais odeio no mundo, ela ainda tinha que ir no local que eu mais odeio no mundo? E vir, no dia seguinte, dizer na maior cara-de-pau possível que me ama? Sério, enfie uma banana na garganta e conte até 15, ô porra.

Tó procê, vai.

Fui até a escola dela e falei “ou a gente volta agora e você entra na linha, ou eu viro aquela rua e é adeus pra você”. Basicamente isso, só que mais dramático, demorado, e com mais palavras complexas pra parecer intelectual, coisa que nem de longe eu sou. Ok, de longe até parece um pouquinho. A menina ainda fala que queria, mas não podia por causa da mãe.

Então calmaí. Não pode namorar por causa da mãe. Não pode sair por causa da mãe. Não pode beijar por causa da mãe. Mas pode beijar o cara que eu mais odeio e ir no local que eu mais odeio e a mãe não abre a boca? Cara, que retardado eu sou por não ter notado o quão mal aquela mina me tratava? Hoje mesmo adicionei minas da escola no msn e voltei a caça. Agora como lobo solitário, já que o raphael se mudou para o cu do mundo e o Eddy tá namorando. E nem fodendo que meu parceiro de caça vai ser o Nandão.

–  al      me    ida // Dry your tears with love. (st) diz:
*nandão
*me manda uma foto tua que tu ache foda
Nandão diz:
*para?
–  al      me    ida // Dry your tears with love. (st) diz:
*um texto meu

Certeza que ela ainda vai se foder muito na vida e perceber que eu era o cara mais foda do mundo. Sério, pode ter namorado parecido comigo, mas melhor num tem não. Quem em sã consciência passa a tarde inteira andando no calor, pega busão, passa por favela, leva esporro da mãe, não faz dever de casa, encara piadinhas do pai, só pra ver uma mina durante 10 minutos e ainda ser ignorado por ela? Quem em sã consciência aceita uma mina marcar de sair com você TODO fim de semana e TODAS AS VEZES desmarcar a ponto de vocês ficarem mais de dois meses sem sair? Quem em sã consciência aceita uma mina FICAR COM OUTRO CARA? Porra, num tem santo que resista. Jesus Cristo daria o dedo do meio pra ela e mandaria-a enfia-lo na toba. Porra.

Anúncios

16 Responses to “Please, kiss my ass. Thanks.”


  1. 1 Nandão 04/03/2009 às 1:16 am

    rárárá ¬¬’

  2. 2 Tati 04/03/2009 às 1:48 am

    Nandão tem msn? rsss

  3. 3 Matheus Alonso 04/03/2009 às 5:36 pm

    Como é o negócio do twitter em seu desgraçado?

  4. 5 Almeida 05/03/2009 às 12:29 am

    cara, ela tava te zuando.

  5. 6 RAFAEL SOUZA 05/03/2009 às 1:28 am

    uia o cara botou mesmo o msn DOPASKDPOKAOSD

  6. 7 Pedro 05/03/2009 às 4:22 am

    Quanto ódio.

    Bem, fazer o que, né. Se ela acha que isso é o melhor, deixa ela. Só acho que “entrar na linha” é uma expressão forte demais. Afinal, é muito relativo o conceito de certo ou errado.

    …………e foi uma cena bem deprimente ver o msn desse Nandão.

  7. 8 Almeida 05/03/2009 às 3:59 pm

    @Pedro

    Fui até a escola dela e falei “ou a gente volta agora e você entra na linha, ou eu viro aquela rua e é adeus pra você”. Basicamente isso, só que mais dramático, demorado, e com mais palavras complexas pra parecer intelectual

    eu fui super fofo, dik.

  8. 9 Gallego 06/03/2009 às 1:10 am

    O Nandão!!! AUISEHASUIEHIUSEASHOEASHIUEHAS

  9. 10 Higor Ernandes 06/03/2009 às 1:37 am

    Cara, acho que você fez o certo em pedir uma resposta dela… Sei como é isso…

    Não acredito que ele mandou o msn dele.. HUAUHSAUSUHAUSHUASUS

  10. 11 Giulia 07/03/2009 às 12:37 am

    achei seu blog só deus sabe como.mas já virei fã (y)

    sua história com seu pai é que nem a minha ¬¬
    ler o que vc escreveu serviu pra minha consciencia compreender que não existe só a minha pessoa nessa situação –‘

  11. 12 Emilie 12/03/2009 às 1:03 am

    É, Almeida… Eita vida difícil a sua, hein man? D:

  12. 13 Maria Clara 23/08/2009 às 6:34 pm

    Casa comigo Almeidaaa?

  13. 14 fernanda 12/03/2010 às 2:38 pm

    Fala sério! Eu lamberia o Vocalista do Ventania e não pegaria o Nandão. Há gosto pra tudo mesmo. E ah falo mesmo 🙂


  1. 1 Celebrities » Blog Archive » Aprenda Truques Simples Para Resolver Problemas TecnolóGicos « Boadika Trackback em 04/03/2009 às 1:42 am
  2. 2 Algumas rapidinhas não tão rapidas nem inhas. « Nerd Calculista Trackback em 12/05/2009 às 12:10 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 652,648 visitas

%d blogueiros gostam disto: