Banheiros Masculinos

Sabe, ir no banheiro masculino é uma aventura. Não das mais cheirosas, muito menos das mais … legais, mas é uma aventura. As mulheres não entenderiam nem que fosse lhes explicado com imagens – o que convenhamos, seria muito aviadado de minha parte fazê-lo -, e por incrível que pareça, alguns homens também não. Isso é errado.

MACHO QUE É MACHO TEM QUE SABER IR NO BANHEIRO MASCULINO!

Tem certas regras que SEMPRE devem ser seguidas. E para evitar que num futuro próximo, meus leitores sejam chamados de “Manja Rola”, vou listá-las aqui. Leiam, entendam, decorem e sejam felizes.

1 – A regra de três

Tem três mijatórios. Esquerda, meio e direita. Tem um cara em cada ponta, e o do meio está vazio. NÃO ENTRE NO DO MEIO.

Disfarce, tenta entrar em uma cabine – vazia, seu tarado -, se olhe no espelho, dê meticulosamente uma coçada nos testículos – primeiro o esquerdo, no hemisfério inferior, depois o direito, finalizando com uma rápida e eficiente reorganização do seu equipamento dentro da cueca -, faça o que for necessário, mas não entre no meio de dois homens com o balançante pra fora.

A chance de você ser atacado por olhares homossexuais é duplicada e você fica com apenas uma direção para olhar: O teto.

2 – Olhos fugazes

Como diz aquela linda música: “A, E, I, O, U, quem mija na cabine tem vergonha do pir*”; procure sempre utilizar o mijatório, a menos que você realmente tenha vergonha de seu equipamento. Porém, us homi às vezes não sabem pra onde olhar.

Talvez por querer comparar os equipamentos, ou só por pura curiosidade, fica “acidentalmente” de cabeça abaixada e … balançando os olhos.

NÃO FAÇA ISSO! Você está literalmente manjando o cara. É a prova final de que você é um manja rola, sem vergonha, tarado, homossexual, coidocapéta.

Olhe para cima. Você NÃO tem outra opção. E não faça essa cara pra mim, maldito manja!

Há especialistas que dizem que olhar para baixo também é uma solução. Mas ainda assim, olhando para baixo, você estará olhando para um balançante, independente de ser o seu ou não, É UM BALANÇANTE, NOJENTO E QUE PODE ADQUIRIR VIDA PRÓPRIA A QUALQUER INSTANTE!

Ou seja, esses especialistas são manjas.

3 – Movimentos hereditários

Uma técnica passada de geração em geração, desde o dia em que um reles mortal inventou a cueca, é coçar os testículos. Com o decorrer dos anos, as técnicas foram se aprimorando. Há boatos de que no início os homens perdiam os genitais por coçá-los de modo errôneo. Nada foi provado, mas algumas centenas de milhares de crianças podem ter deixado de nascer por causa de seres acéfalos.

Mas não vamos culpá-los. Eles pagaram o pato para que nós, hoje em dia, tivéssemos introduzido em nosso DNA tal habilidade. Como foi dito na regra 1, há uma técnica toda especial. Primeiro o hemisfério inferior, comparando-o com o mundo, fica próximo do trópico de capricórnio. Depois dá uma rápida passada por cima, inferiorizando o trópico de cancêr e ajeitando, de uma forma geral, todo o equipamento na cueca. Dá aquela cheiradinha básica pra que automaticamente se calcule quanto tempo você ainda tem até que necessite de tomar outro banho e percebe que esse horário já passou à umas 3 horas atrás. Fecha o zíper tendo em mente de que todo cuidado é pouco para com seu órgão e que qualquer movimento brusco pode comprometer a próxima geração.

Esse ritual deve ser introduzido na ida ao banheiro público. Após dar a famosa balançada – que caso não ocorra, irá diminuir o tempo que falta para tomar banho -, faça uso dele. É status. Quem pode, come a Mariah Carey, quem não pode, ajeita as bolas em público. E depois cheira, óbvio.

4 – No contact

ANTES DE LAVAR A MÃO, NÃO ENCOSTE EM NINGUÉM. Ninguém quer ter no rosto, na mão, ou seja lá onde você por essa mão, germes provenientes de sua genitália imunda.

Primeiro lave a mão, depois a seque, e só então, fale com alguém. A menos que você não vá com a cara da pessoa, então, é até bom passar seus germes para ele. A menos que seja eu.

5 – Boca Suja

Homem quando vai na pia do banheiro é pra escarrar ou soltar uma voadora daquelas que vai de acordo com a gravidade, daquelas que quando saem o prazer é superior ao de horas de sexo selvagem. SÓ PARA ISSO.

Nada de escovar os dentes em banheiro público. Além de ser nojento – manter a boca aberta num local onde há líquidos, massas e texturas desconhecidas, com aquele agradável cheiro de difunto, cueca suja e suor -, deixa bem claro que você é um riquinho filhinho-de-mamãe. Vá lá, nunca vi nenhum pobre escovando os dentes em banheiro público. Também nunca vi nenhum seguidor de Chuck Norris. No entanto, já vi vários viadinhos, filhinhos de mamãe e nerds. Não que eu tenha nada contra os nerds, hihi, é que é … triste.

Imprima isso, faça uma cópia pra cada calça sua e mantenha SEMPRE no bolso. Saia sem dinheiro mas não saia sem isso. Você NECESSITA saber disso, pois ser chamado de manja não é lá a coisa mais fofa a acontecer.

Não precisa me agradecer.

Anúncios

8 Responses to “Banheiros Masculinos”


  1. 1 Matheus Alonso 27/08/2008 às 7:49 pm

    deprimente

  2. 2 Almeida 27/08/2008 às 7:54 pm

    Sua nota em química também.

  3. 3 fmm940 27/08/2008 às 9:03 pm

    não achei graça

  4. 4 Almeida 27/08/2008 às 9:09 pm

    Eu realmente não perguntei absolutamente nada.

    E cadê os críticos bons do blog? Meldels!

  5. 5 Net 28/08/2008 às 2:10 am

    Copiar o Kid > All.

  6. 6 Almeida 28/08/2008 às 4:14 pm

    Nem copiei, só me inspirei na definição dele de coçassão de saco.

  7. 7 Matheus Alonso 28/08/2008 às 6:19 pm

    tá brabo né

  8. 8 mariane 17/09/2008 às 1:09 am

    banheiros femininos tb sao uma aventura. o ruim é que como mulher vai no banheiro muito mais do os homens, é sempre muito lotado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 655,908 visitas

%d blogueiros gostam disto: