Ainda sobre vizinhos …

Blog desatualizado? Agradeça à semana de provas por lhes privar de usufruir de meus filosóficos estercos.

Há diversos tipos de vizinhos, e confabulando comigo mesmo naqueles momentinhos que você fica olhando para o teto escurecido antes de dormir, pensando em como seu dia foi uma merda e como o dia seguinte vai ser pior, decidi fazer um post sobre vizinhos.

Vizinhos de Apê:

Está tentando dormir e tem um vagabundo ouvindo funk no último volume? Parabéns, você tem um vizinho de apê.

São aqueles caras – mulheres também – que moram do seu lado. Bem, isso é meio óbvio.

É incrível como TODOS os vizinhos te atrapalham de algum jeito. Não há um que salve. Seja com choros e manhas de bebês no meio da noite ou seja com funk no último volume enquanto você tenta estudar pra maldita prova de história do dia seguinte. Pode ser também – o caso aqui de casa – com briguinhas toscas, onde a dona de casa por não gozar – no sentido original da palavra, seus punheteiros – de poderes musculares nem de aparatos para serem jogados – como vassouras e pedras – decide berrar até dizer chega para que você obedeça-a. Favela, né?

Vizinhos de Cadeira:

Tá tentando parar de prestar atenção nas curvas da sobrinha da professora de química – que por acaso era muito boa – para prestar atenção na prova e vem um cara te pedir cola? Parabéns, você tem um vizinho de cadeira.

Vizinhos de cadeira são aquelas pessoas que normalmente são obrigadas pelo professor a sentar do seu lado. Às vezes a pessoa te odeia mas com o tempo passa a gostar de você, às vezes a pessoa te odeia e continua te odiando e às vezes a pessoa te odeia e finge que gosta de você mas no fundo continua te odiando.

Ou seja, você é um ser odioso.

Mas apesar de em 90% das vezes a pessoa te odiar, nunca falta cara-de-pau para pedir cola durante a prova de química.

A mina que senta do meu lado, err … eu a desprezo. É uma daquelas filhas-de-mamãe repetentes que dançam funk por que funk é moda, malham por que ter a bunda durinha é moda, não come doces porque ter tanquinho é moda e ainda assim acha que tem alguma moral pra falar comigo. Hunf, quem ela acha que é pra discutir comigo sobre escolas técnicas se ela mesma disse que vai ser sustentada pela mãe até se casar e o marido a sustentar? Morra.

Vizinhos de Ônibus:

Tá autistando todo feliz às 6horas da manhã, curtindo aquele soninho que o filha da puta do despertador não deixou você curtir e vem aquele gordo(a) carente sentar do teu lado pra bater um papinho? Parabéns, você tem um vizinho de ônibus.

Pessoalmente, eu não sei ao certo como é isso, já que sempre que ando de ônibus estou com meu irmão – que por acaso é um gordo sempre aberto a bater um papinho – sentado ao lado. No meu caso, o problema não é o fato de estar sentado do lado de um gordo carente, e sim o fato de que esse gordo carente fica cantando as músicas mais estranhas possíveis que escuta no mp3 com o único intuito de me envergonhar. Um dia alguém ainda joga uma pedra em você, seu cocô.

Não lembro de nenhum outro vizinho, então vão se contentar com isso aí.

****

Só pra acrescentar ao post anterior, hoje, voltando da escola com a camisa toda amassada – se você precisasse saber o porque, você já saberia – me dei de cara com uma moça redondamente redonda e seu filho redondamente redondo que estuda na mesma escola que eu. Como que um moleque daquele pode morar do meu lado e estudar na mesma escola que eu e eu nunca percebi? Oh my fucked gosh, esse blog me estraga.

Meu pc novo chega hoje à noite, vou gozar – cismei com essa palavra – de um HD de 100GB e uma velocidade inimaginalvemente melhor do que a atual. Morram de inveja, seus gordos. O HD será completamente obsoleto, afinal, eu não consigo lotar nem 40GB, imagine 100GB.

Anúncios

2 Responses to “Ainda sobre vizinhos …”


  1. 1 alonsocity 12/06/2008 às 10:42 pm

    Eu não demorei muito pra descobrir quem era a filha-da-mamãe que dança funk porque é moda.

    Se o Luiz visse isso, ficaria matutando, e não descobriria, que bom pra você.

    E NÃO APAGA ESSA *CENSURADO* DE NOVO!!!!

  2. 2 Almeida 12/06/2008 às 10:45 pm

    Lulu! se você ler isso, não me odeie.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 652,648 visitas

%d blogueiros gostam disto: