O Coração da casa

Bem, eu ando passando por uma certa “crise de assunto”, resumindo, eu não tenho porra nenhuma pra falar aqui.

Quando eu criei o blog, eu já tinha pensado em certas técnicas para quando eu não tivesse assunto, tipo postar vídeos sem noção e fotos mais toscas ainda. E nesse post eu vou fazer o segundo item .

 

 quarto

 

 

Essa favela que vocês estão vendo, é o canto eu chamo de quarto do PC, espero que eu não precise explicar o porque desse nome, caso precise, peça pro seu pai te levar a um orientador. Pare de mostrar o dedo do meio para o computador, eu não sou um riquinho que tem um quarto só pro computador, um só pros jogos, um só pra dormir e lá vai bolinha, é que esse quarto, de início, era pra ser um quarto de entulho, mas aproveitando mais uma das geniais idéias da minha mãe, resolvemos por o computador e o PS2 aí, porque eram as únicas coisas que cabiam, e quando eu falo “as únicas coisas que cabiam”, é de fato as únicas coisas que cabiam, pra vocês terem uma idéia, não cabe mais de 2 pessoas nesse quarto .

Bem, comecemos a descrição dos entulhos.

 

1 – “O buraco negro” – É incrível como as coisas com o tempo pioram. De início, era uma linda e livre árvore, que foi cortada, lixada, envernizada, e transformada numa gaveta toda arranhada. Depois disso, foi vendida para uma família de classe média, com dois filhos nerds que a entulham com todo tipo de coisa, dês de dinheiro até a uma prova de 2004 com pedaços de bala presos à ela – a bala fez uma espécie de transmutação e se grudou com a folha, os opostos, de fato, se atraem . E que fique claro que essa gaveta é do meu irmão.

 

2 – “O intestino grosso do buraco negro” – Inicialmente, essa gaveta era a minha, porém, o cocô andante denominado “irmão” que de vez em quando aparece por aqui, tomou posse – sem o meu consentimento – da minha linda e não-arranhada gaveta. Ela passou de um local para guardar minhas coleções de Yu-gi-oh! da época – sim, eu já fui um desses retardados que joga yu-gi-oh! – e os brindes que vinham naqueles isopores pintados com corante amarelo, vulgo Cheetos para uma departamento de caixas, fios e MP3 quebrados.

 

3 – “O segundo fichário” – Essa, das 5, é a única gaveta MINHA. Não é literalmente minha, já que aqui em casa você não tem a menor privacidade, mas é a única gaveta que se eu pegar a poeira que imunda-a eu posso falar “essa poeira é minha!” . Nessa gaveta eu guardo os trabalhos, as folhas soltas do meu fichário, aquelas redações da escola que eu me fudi e tenho raiva de lembrar, revistas “UltraJovem!” – Eu gastava 10 reais por mês nessas revistas, não tinha um mês que após ganhar a minha mesada eu não saísse correndo pro jornaleiro da esquina comprar a Ultra Jovem das 4 semanas anteriores – e as figurinhas repetidas dos álbuns que eu costumava colecionar – tem homem-aranha, cavaleiros do zodíaco, Pokemon, High School Musical e Digimon 1 .

 

4 – “Fonte de energia nerd” – Aqui tem tudo que você possa imaginar que tenha alguma relação com nerd. Essa gaveta também é do meu irmão. Tem nossos baralhos de Magic – que a propósito eu não jogo a anos, alguém aí tá afim de perder pro meu deck branco? – capas de papel para os DVD’s com animê que eu e meu irmão baixamos no tracker, um cabo de força que só deus sabe onde se encaixa, e uns CD’s necessários para a instalação geral do Windows, incluindo office e os joguinhos.

 

5 – “Marvel vs. Capcom” – Aqui tem as coleções do meu irmão do Capitão América, Batman, Homem-Aranha, e etc … Nunca abro essas gavetas, sou um fã fanático de revista em quadrinhos mas não gosto dessas .

 

6 – “A terceira mão” – Bem, é um mouse…

 

7 – “O terceiro e melhor olho” – Depois de anos – quase uma década – eu conquistei o direito de ter um monitor de LCD . Uma década é muito tempo, tá ?! Meu antigo monitor estava mais preto do que a tua nota em matemática, sem contar os arranhões e as substâncias desconhecidas.

 

8 – “O húmus eletrônico” – Um controle que está em desuso a meses e um microfone que eu arrebentei em uma crise de raiva devido ao mal funcionamento do mesmo.

 

9 – “A melhor parte da casa” – Meu hometheater . Eu amo essa caixa de som, nesse momento estou ouvindo “Dragonforce – Through The Fire And Flames” no mínimo e ainda assim meu celular que está em cima da mesa treme. Foi o melhor presente sem motivo que meu pai me deu. Talvez ele deva ter ficado com pena do fato deu escutar música 24hrs por dia e ter uma caixinha de som mais podre do que o cérebro da Britney Spears, ou talvez ele só tenha aproveitado o fato de que o cara lá da loja que vendia foi com a cara dele, é uma história meio doida, mas ele saiu lucrando, e eu então …

 

10 – “A impressão” – Essa impressora é mais chata do que a minha mãe em TPM. Essa porra é louca, ela pega uma página do nada e começa a imprimir, só que ela puxa por vez umas 5 folhas, e faz tudo silenciosamente, quando eu percebo já tá sem papel. Ela é furtiva, convenhamos.

 

11 – “Já tô sem imaginação” – São uns trabalhos, provas, e blá blá blá do meu irmão, resumindo, se eu por fogo nos papéis, ele poe fogo em mim.

 

12 – “Littlebanjo” – Finalmente lhes apresento ao causador das bolhas nos meus dedos, que faz com que eu escreva ainda mais lentamente do que já escrevo normalmente. Esse pedaço de madeira, do tamanho de uma criança anã e sem pernas, foi a coisa mais cara que eu já comprei com meu próprio porquinho e a que eu mais uso. Que emoção .

 

Finalmente acabo essa porra, eu quero dormir.

Anúncios

0 Responses to “O Coração da casa”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Atualmente:

Música: Canção da Noite
Banda: Fresno
Livro: Sherlock Holmes
Série:
How I Met Your Mother

Destaques

Um rolê em Madureira: 918 e 919 nunca tiveram uma diferença tão grande na minha vida. Essa diferença somado com a insano desejo do destino de me foder, causou uma peripécia de tremer as cuecas.

Ensino Médio deturpando sonhos:

Apesar do Ensino Médio ser repleto de conhecimentos babacas os quais nunca terão a menor utilidade em nossas vidas, ele pode desmentir algumas informações as quais fizeram você acreditar ser verdade por toda sua vida.

Adão era digno de respeito: Além de não precisar usar cuecas e dar a primeira bimbada da história, Adão ainda não precisa viver momentos constrangedores pelo fato de existir outras pessoas no mundo. Porque falamos tanto de Jesus tendo um herói bíblico desses?



Para ler mais dos textos menos piores do blog, clique aqui.

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Gostou de um texto?

Mande para o Uêba

Ou pro LinkLog

Ou pro Ocioso.

  • 656,570 visitas

%d blogueiros gostam disto: